UOL Esporte Hipismo
 
15/04/2001 - 16h09

Rodrigo Pessoa, segundo na classificação geral, tem prova decisiva

Da Redação
Em São Paulo

Montando Audi Baloubet du Rouet, o cavaleiro brasileiro Rodrigo Pessoa tenta nesta segunda-feira, o inédito tetracampeonato consecutivo da Copa do Mundo de hipismo.

Depois de duas provas realizadas na sexta-feira e no sábado (venceu a primeira e foi sexto na segunda), Pessoa entra no Grande Prêmio final da Copa do Mundo, na Scandinavium Arena, em Gotemburgo, na Suécia, como segundo colocado da classificação geral.

Após a soma das duas provas, o brasileiro ficou com apenas um ponto atrás do líder, o britânico Michael Whitaker (que monta Handel 2º), que será o último cavaleiro a entrar no primeiro percurso desta segunda por não acumular pontos perdidos, ao chegar em terceiro na prova de caça do primeiro dia e ter vencido a prova com desempate no sábado.

Com 23 conjuntos classificados, a prova final será realizada em dois percursos distintos com obstáculos entre 1,50 e 1,60 metro de altura, sendo que os cavaleiros mais bem classificados (aqueles com menos pontos perdidos) entram por último.

A falta (derrube de obstáculo ou refugo) penaliza com quatro pontos perdidos o conjunto, e os cavaleiros geralmente não precisam correr muito nas duas pistas porque apenas tentam ficar dentro do tempo estabelecido pela organização da prova.

Além de Whitaker e Pessoa, outro cavaleiro com boa possibilidade na luta pelo título é o suiço Markus Fuchs (que monta Tinka's Boy), vice-campeão da última Copa do Mundo, em Las Vegas, nos Estados Unidos, que acumula 3 pontos perdidos na atual competição.

"Apesar de ter perdido a liderança pela falta de ontem (sábado), estou confiante para a final. O cavalo do Michael não cometeu nenhuma falta nos dois primeiros dias, mas acredito que a pressão de entrar como líder deverá complicar para ele. Principalmente se eu e o Fuchs zerarmos nosso percurso inicial", afirmou o brasileiro.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host