UOL Esporte Hipismo
 
01/07/2003 - 18h21

Rodrigo Pessoa desiste de disputar os Jogos Pan-Americanos

Da Redação
Em São Paulo

O cavaleiro Rodrigo Pessoa desistiu de participar dos Jogos Pan Americanos de Santo Domingo, na Republica Dominicana, em agosto.

"Vários problemas me levaram a tomar esta decisão. Os cavalos europeus devem tomar uma vacina para entrar na República Dominicana, que os impede de voltar para a Europa sem que passem por uma quarentena. Ninguém sabe ao certo o prazo da quarentena. Ficamos entre 3 meses e 45 dias, o que inviabiliza minha ida ao Pan", disse Pessoa.

Neste último final de semana, o ginete falou com o presidente da Confederação Brasileira de Hipismo, Camilo Aschar, e colocou para ele todos os problemas relacionados a viagem do cavalo. Outro problema enfrentado por Rodrigo Pessoa, foi a resistência do proprietário do cavalo, o empresário português Diogo Pereira Coutinho, mesmo proprietário de Baloubet du Rouet, também dono do cavalo Giffard, que seria utilizado por Rodrigo no Pan.

"Para o dono do cavalo, que é português, os Jogos Pan Americanos não são o evento mais importante. Tenho um acordo com todos os proprietários dos cavalos que monto, no qual, minha prioridade, é a equipe brasileira. Mas para isso, as condições para que os cavalos participam dos campeonatos e jogos oficiais não podem oferecer qualquer risco", disse Pessoa.

No caso de Giffard, dois problemas são levados em consideração: primeiro o fato do cavalo ser obrigado a tomar uma vacina, com um vírus, que já foi erradicado da Europa. Segundo a logística do transporte do cavalo e a quarentena obrigatória na volta, o que deixaria Giffard fora dos principais concursos europeus do segundo semestre.

"São 13 anos de serviços prestados a equipe brasileira. Gostaria muito de ajudar o Brasil na classificação para os Jogos Olímpicos de Atenas. Tenho certeza de que o Brasil estará bem representado pelos cavaleiros convocados. Sempre fiz meu trabalho da melhor forma possível, e pretendo estar em Athenas lutando por medalhas", comenta Pessoa.

A equipe brasileira precisa se classificar entre as duas melhores em Santo Domingo, para garantir a vaga nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004. A outra equipe a se classificar não poderá descartar o quarto resultado na Copa das Nações, ou seja, na classificação para o resultado por equipes, contam os três melhores de cada percurso, o quarto resultado é descartado.

No caso da terceira vaga para o Pan, a equipe não terá direito a descarte, os quatro resultados de cada percurso contam para a definição da vaga. Neste final de semena, de 03 à 06 de Julho, Rodrigo participa do CSI-A de Balve, na Alemenha. Rodrigo vai montar Baloubet du Rouet, Bianca e Kelly Boy.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host