UOL Esporte Hipismo
 
02/04/2004 - 00h03

CBH descarta seletiva para definir equipe

Por Adalberto Leister Filho
Agência Folha
Em São Paulo

A CBH (Confederação Brasileira de Hipismo) não usará nenhuma competição como classificatório para definir a equipe brasileira que irá competir nos Jogos de Atenas, em agosto.

O país agora poderá levar quatro cavaleiros para a Grécia.

Segundo o presidente da entidade, Camillo Ashcar Júnior, os conjuntos convocados sairão de "critérios subjetivos".

"Vamos observar o desempenho dos brasileiros nas principais competições internacionais", afirmou Ashcar Júnior, que deve assistir à final Copa do Mundo, em Milão, que será disputada de 22 a 25 de abril.

O dirigente confessou estar "aliviado" com a vitória judicial. "Agora haverá espaço para todos os cavaleiros", contou.

Álvaro Affonso de Miranda Neto, o Doda, afirmava que Ashcar Júnior havia prometido que as vagas em Atenas seriam sua e de Bernardo Rezende.

Os dois cavaleiros haviam conquistado classificação olímpica para a competição individual no Pan de Santo Domingo, no ano passado.

Sem ter obtido lugar na prova por equipes, o dirigente tinha um dilema pela frente: ou não cumpria o prometido ou teria que abrir mão de levar aos Jogos o melhor cavaleiro do país, Rodrigo Pessoa, quarto colocado no ranking da Federação Eqüestre Internacional.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host