UOL Esporte Hipismo
 
20/04/2007 - 12h47

Pessoa começa disputa da final da Copa do Mundo na lanterna

Da Redação
Em São Paulo
O início de disputa da final da Copa do Mundo de saltos, na noite desta quinta-feira, em Las Vegas (EUA), não foi bom para o brasileiro Rodrigo Pessoa. Montando Oasis, o cavaleiro não conseguiu passar de um 37º lugar na prova de caça contra o cronômetro.

Tricampeão da final da Copa do Mundo de saltos, Rodrigo Pessoa participa do evento deste ano com uma expectativa modesta. Ele afirma que ficará satisfeito se terminar entre os dez primeiros.

O cavaleiro levou os títulos de 1998, 1999 e 2000, com Baloubet du Rouet, mesma montaria com a qual conquistou o ouro olímpico em Atenas-2004. Na Copa, em Las Vegas, ele monta dois novos cavalos.
EXPECTATIVA
LEIA MAIS
Pessoa cometeu duas faltas, com o tempo de 94s48. Atrás dele, apenas outro brasileiro, Denis Gouvea, montando Nantes, que perdeu 24 pontos, em 108s49. Outros três conjuntos foram eliminados, incluindo o inglês Michael Whitaker, sétimo colocado no ranking mundial, que montou Portofino.

O percurso de 13 obstáculos foi montado pelo brasileiro Guilherme Jorge. Ele garante que não desenhou uma pista excessivamente difícil. "Eu tive de construir uma pista para cavaleiros não tão experientes e também para os mais experientes, então não pude exagerar na altura. Depois do terceiro obstáculo, todos os outros estavam a 1,50m", explicou.

O primeiro a conseguir zerar a pista foi um ginete convidado pela organização, como Rodrigo Pessoa. Mas o norte-americano Mandy Porter, com Summer, terminou em 18º lugar (73s19). O vencedor foi seu compatriota McLain Ward, com Sapphire, também sem faltas, no tempo de 63s78.

Em seguida, dois alemães, Markus Beerbaum, com Leena (65s29), e Marcus Ehning, terceiro do ranking mundial, que montou Gitania e totalizou 65s58. A líder Meredith Michaels-Beerbaum, também da Alemanha, terminou em oitavo lugar, com Shutterfly (69s94).

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host