UOL Esporte Hipismo
 
15/12/2007 - 15h43

CBH pensa em criar outros circuitos regionais como o N/NE

Paula Almeida
Em Recife*
Em sua terceira edição, o Circuito Norte/Nordeste de Saltos já entrou definitivamente para o calendário do hipismo brasileiro. A última etapa acontece neste final de semana em Recife, e o presidente da Confederação Brasileira (CBH) entende que a criação de outros torneios regionais como esse seria fundamental para ampliar a prática e a divulgação do esporte no país.

"Eu vejo esse Circuito como algo extremamente produtivo. Acho até que deveria haver em outras regiões, porque somos um país de proporções continentais", diz o dirigente. "Espero que o Nordeste sirva de modelo nesse sentido. O ideal seria que esses torneios acontecessem em todas as regiões e então houvesse uma final nacional para reunir todos os campeões".

Para Manfredi, o Centro-Oeste é a região que mais precisaria de um torneio desse tipo. "Eu queria que houvesse mais circuitos como esse, principalmente no Centro-Oeste. Mas um dos problemas é a distância entre os estados. No Centro-Oeste, por exemplo, eles são poucos, e todos têm oportunidades de ir a outros estados mais próximos do que aqueles da própria região".

Eleito no ano passado para um mandato de dois anos à frente da CBH, Mauricio Manfredi tem entre suas principais bandeiras a popularização do hipismo no Brasil, sobretudo em locais mais afastados do eixo sul-sudeste. "Existe esse objetivo de tornar o hipismo mais popular e trazer a mídia para o nosso lado. Nós temos a vantagem de que o hipismo brasileiro já conseguiu várias medalhas olímpicas".

Apesar das palavras do presidente, a CBH ainda não tem previsões de quando poderia ser criado um circuito de saltos em outra região nos moldes do N/NE.

*A repórter Paula Almeida viajou ao Recife a convite da organização do evento e da CBH

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host