UOL Esporte Hipismo
 
16/10/2008 - 09h22

Irlandesa também poderá sofrer punição no hipismo

Giulliana Bianconi
Da Folhapress
Em São Paulo
A briga comprada pelo cavaleiro Rodrigo Pessoa para disputar a etapa final do Global Champions Tour não é a primeira registrada neste circuito na atual temporada.

Em junho, a irlandesa Jessica Kürten também foi suspensa pela FEI (Federação Eqüestre Internacional) por doping de Maike, sua montaria. Mesmo assim, entrou na pista antes do término da sua punição de dois meses.

Jessica, que na época da suspensão ocupava o terceiro lugar do ranking mundial, recorreu primeiro à CAS (Corte de Arbitragem do Esporte), diferentemente de Pessoa, que seguiu direto para a Justiça comum.

Apesar de ter perdido na apelação, a amazona obteve autorização para disputar etapas enquanto aguardava o resultado final da sua ação.

Chegou a ficar de fora de três provas seguidas do GCT -Cannes, Montecarlo e Estoril-, mas esteve na etapa de Valkenswaard, na Holanda, em julho, a sexta do circuito. A suspensão que recebeu vigorou até 7 de agosto.

Os pontos que Jessica somou na competição da Holanda foram acrescidos ao ranking, no qual, atualmente, ocupa a sexta posição.

No Concurso Athina Onassis, na última quarta-feira, Jessica disputou as provas com obstáculos de 1,45 m e 1,50 m, mas não figurou na zona de premiação nas duas disputas.
E, após competir, recusou-se a comentar o caso de doping que ainda pode lhe render sanções por parte da federação internacional.

A atleta, assim como Pessoa, está na lista dos classificados para o GCT. Até hoje, nenhum dos outros 23 atletas que disputam o prêmio milionário e não possuem pendência por doping, havia se manifestado contra Jessica ou Pessoa.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host