Esporte

Cinco retornos de sucesso no mundo da luta após dramas pessoais

Do UOL, em São Paulo

25/04/2016 06h00

Em qualquer esporte, passar um tempo longe das atividades normais acaba comprometendo o desempenho na hora de voltar à ativa. Essa dificuldade é ainda maior em esportes de contato, em que o ritmo é extremamente importante para garantir uma boa performance, especialmente nos ringues ou no octógono. 

No último sábado (23), o lutador norte-americano Jon Jones sagrou-se campeão ao derrotar Ovince St-Preux pelo cinturão interino meio-pesado do UFC. A vitória é a confirmação da volta por cima de um dos maiores nomes da história do esporte que ficou mais de um ano afastado do octógono por se envolver em problemas com a justiça. O atleta ressurgiu e comprovou que poderá seguir dominante como foi no passado.

Assim como Jon Jones, veja outros casos de atletas que passaram por dramas e conseguiram voltar com vitória. 

Lutadores que superaram problemas pessoais

  • Imagem: Christian Petersen/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
    Christian Petersen/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
    Imagem: Christian Petersen/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

    Jon Jones

    O ex-campeão linear meio-pesado do UFC passou por diversos problemas antes de se recuperar no último sábado. O atleta foi flagrado por uso de cocaína em um exame antidoping, mas por ter sido realizado fora do período de competições, não foi punido. Meses depois, se envolveu em um acidente de trânsito em que fugiu sem prestar auxílio à vítima. Por isso, acabou suspenso do UFC e perdeu seu cinturão. Agora, mais de um ano após os problemas, o atleta voltou ao octógono, venceu e mostrou que está pronto para deixar o passado para trás.

  • Imagem: William Lucas/inovafoto
    William Lucas/inovafoto
    Imagem: William Lucas/inovafoto

    Vitor Belfort

    O lutador Vitor Belfort atravessava boa fase na carreira quando foi pego de surpresa pelo desaparecimento de sua irmã, Priscila, em janeiro de 2004. Mesmo em meio às tentativas de desvendar o misterioso caso, o lutador conseguiu manter o foco e derrotar a lenda Randy Couture no UFC 46, realizado no final daquele mês.

  • Imagem: Jeff Haynes/AFP
    Jeff Haynes/AFP
    Imagem: Jeff Haynes/AFP

    Mike Tyson

    A lenda do boxe Mike Tyson também precisou superar um drama durante sua carreira dominante no esporte. Em fevereiro de 1992, o atleta foi condenado a seis anos de prisão pelo suposto estupro de Desiree Washington, algo que o lutador sempre alegou não ter cometido. Após cumprir metade da pena e ser solto por bom comportamento, em 25 de março de 1995, o lutador voltou aos ringues três meses depois e derrotou Peter McNeeley.

  • Imagem: Gregory Payan/AP
    Gregory Payan/AP
    Imagem: Gregory Payan/AP

    Dominick Cruz

    O atual campeão peso galo do UFC sofreu com lesões durante três anos antes de retomar seu cinturão. Dominick rompeu o ligamento joelho pela primeira vez em 2012. Quando preparava-se para enfrentar Renan Barão em 2014 em luta que deveria unificar o cinturão linear e interino, o norte-americano se lesionou novamente e perdeu seu título.

    Três anos após a primeira lesão, Dominick voltou, enfrentou Takeya Mizugaki e venceu, mas lesionou o ligamento do joelho pela terceira vez. Então, em 17 de janeiro de 2016, Dominick voltou ao octógono para tentar retomar o cinturão que não havia perdido em luta: com um show, o atleta dominou completamente TJ Dillashaw e garantiu seu título novamente.

  • Imagem: Reprodução/Facebook
    Reprodução/Facebook
    Imagem: Reprodução/Facebook

    Khabib Nurmagomedov

    O lutador russo Khabib Nurmagomedov, considerado um dos principais candidatos a destronar Rafael dos Anjos do título dos leves, precisou superar uma série de lesões para voltar ao octógono. Após romper os ligamentos do joelho em 27 de setembro de 2014, o lutador voltou a lutar apenas em 16 de abril de 2016, quando venceu Darrel Horcher, chegou a 22 lutas de invencibilidade e se credenciou para ser o próximo desafiante ao título dos leves, que será definido após o confronto entre Rafael dos Anjos e Eddie Alvarez.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo