UOL Esporte Lutas
 
28/07/2010 - 09h40

Convertido desde os anos 1990, Mike Tyson faz peregrinação a Meca

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O pugilista Mike Tyson parece realmente estar tentando se reencontrar, após anos de abusos, polêmicas e decadência numa carreira que começou de forma brilhante no boxe. O norte-americano, que tem tentado limpar a imagem e aparece agora em versão “light”, deu mais um passo neste sentido e completou sua peregrinação a Meca.

Além de estar divulgando seu trabalho, principalmente com o documentário intitulado "Tyson", sobre sua vida, ele resolveu neste mês de julho passar por cidades sagradas do islamismo, culminando pela viagem a Meca e passando por locais como Medina.

Tyson se converteu ao Islã enquanto cumpria uma pena de dez anos de prisão - depois diminuída para três - por abuso sexual, no início dos anos 1990. Ele passou então a adotar também o nome Malik Abdul Aziz, participando de uma organização política e religiosa da comunidade afroamericana de Detroit, que teve Malcom X como uma de suas figuras mais destacadas.

Campeão do mundo entre os pesos pesados no período de 1986 a 1990, ele está aposentado desde 2005. Tyson tem mostrado interesse em seguir uma carreira de ator, tendo participado do filme "Se Beber, Não Case" e do programa humorístico "Saturday Night Live", por exemplo.

Este ano, ele também esteve presente no programa de Oprah Winfrey, onde frente a frente a Evander Holyfield, desculpou-se pela mordida na orelha do rival, um dos episódios mais polêmicos de sua carreira, ocorrido em 1997.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host