UOL Esporte Lutas
 
12/07/2009 - 00h53

Por pontos, GSP vence Pitbull e mantém cinturão dos meio-médios do UFC

Ricardo Zanei*
Em Las Vegas (EUA)
PITBULL PERDE PARA CAMPEÃO
O brasileiro Thiago Alves (direita) não foi páreo para o campeão Georges St-Pierre
Crédito
O canadense fez um bom jogo de 'ground-
and-pound' na centésima edição do UFC...
Crédito
...e conseguiu manter com facilidade o cinturão dos meio-médios da competição
CONFIRA AS IMAGENS DO EVENTO
COM 'HELL'S BELLS', COLEMAN VENCE
TÍTULO DOS PESADOS COM LESNAR
BRASIL: SEM VITÓRIAS NO UFC 100
CONHEÇA OS GOLPES DO MMA
LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE LUTAS
Não foi dessa vez que o Brasil teve três cinturões do UFC ao mesmo tempo. Em uma luta de cinco rounds, Thiago 'Pitbull' Alves não foi páreo para o atual campeão Georges St-Pierre, que manteve o cinturão dos meio-médios na centésima edição do torneio. Em decisão unânime dos juizes, o canadense venceu o combate e conseguiu defender pela terceira vez seguida o título.

A luta começou muito estudada, mas GSP levou Pitbull para o chão - fato que se repetiria com frequência - com um minuto de combate. O brasileiro defendia bem os golpes do canadense, mas St-Pierre não soltava a guarda. Apesar da situação ruim, Thiago conseguiu se levantar e ir para a trocação depois de dois minutos de combate. Os dois voltaram a se estudar, mas o atual campeão seguia melhor, abrindo, inclusive, um corte no supercílio de Alves.

O segundo round se iniciou parecido com o final do anterior, com St-Pierre acertando bons chute e indo para as pernas do brasileiro, para levar a luta para o chão. Usando com muita eficiência o 'ground-and-pound', o canadense castigava Thiago, que começou a sangrar muito pelo nariz depois do segundo minuto do round.

Perdendo a luta, Pitbull foi para cima do campeão para tentar reverter o resultado por pontos no terceiro round. Usando suas principais armas na trocação, como diretos e chutes altos, Alves chegou a assustar St-Pierre. Mas com 1min30 da etapa, o canadense levou a luta para o chão, onde levava ampla vantagem. Com o combate novamente de pé, GSP recuperou sua vantagem na trocação e quase nocauteou o adversário no último minuto do round.

No quarto round, demorou apenas 40 segundos para o campeão levar a luta para o chão. Mas com dois minutos, Thiago conseguiu pela primeira vez ficar no chão com a guarda por cima, acertando bons golpes em St-Pierre. Só que no final da etapa, o canadense mais uma vez quase finalizou o combate, tentando um mata-leão nos últimos segundos.

Tendo no nocaute a única possibilidade de vitória, Pitbull mais uma vez foi para a trocação aberta. Mas sabendo da vantagem que tinha no combate, St-Pierre tinha uma postura mais cautelosa, tentando levar o adversário para o chão para fazer seu jogo. Foi o suficiente para confirmar a vitória por decisão unânime dos juizes.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host