UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/lutas/vale-tudo/ultimas-noticias/2011/09/25/sensacao-jon-jones-pega-rampage-no-mata-leao-e-defende-cinturao-pela-1-vez.htm
  • Sensação, Jon Jones pega Rampage no 'mata-leão' e defende cinturão pela 1ª vez
  • 17/01/2019
  • UOL Esporte - Lutas
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Jon Jones ajoelha no octógono após vencer Rampage no quarto assalto pelo UFC 135

Jon Jones ajoelha no octógono após vencer Rampage no quarto assalto pelo UFC 135

25/09/2011 - 00h26

Sensação, Jon Jones pega Rampage no 'mata-leão' e defende cinturão pela 1ª vez

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O norte-americano Jon Jones não deu o show esperado, mas conquistou mais uma vitória no UFC e manteve seu cinturão dos meio-pesados. Neste sábado em Denver, ele venceu o veterano Quinton “Rampage” Jackson por finalização, no quarto assalto, mantendo assim seu status de sensação ao defender pela primeira vez o título.

Jones precisou de quatro assaltos, em que apostou principalmente na trocação. Mas foi no chão que ele conseguiu encerrar o confronto, quando pegou Rampage no mata-leão e forçou o ex-campeão dos meio-pesados a bater.

"Minha estratégia era mostrar que posso trocar com o Rampage. Ele tinha falado que eu não conseguiria, mas acho que provei o contrário", disse Jones.

O norte-americano não mostrou um estilo tão objetivo quanto em combates anteriores e pareceu respeitar Rampage. Os dois primeiros assaltos foram mornos, ainda que Jones explorasse seus famosos chutes e cotoveladas. No terceiro giro, ele conseguiu abrir um corte sobre o olho do desafiante com uma cotovelada, minando o rival.

Já o quarto assalto teve Jones partindo para cima com mais precisão. Após tentar uma joelhada voadora, ele aproximou Rampage da grade e, controlando o rival, pacientemente encaixou o estrangulamento.

Rampage se rendeu ao talento do campeão: “Ele está aqui para ficar, venceu em minha melhor forma, e não sei quem vai poder pará-lo a partir de agora”.

Jones conquistou o cinturão dos meio-pesados ao vencer Maurício Shogun no UFC 128, em uma atuação avassaladora e um nocaute no segundo assalto. Com aquela conquista, ele se tornou o mais jovem campeão do evento, desde que foram criadas as atuais categorias de peso da organização.

Koscheck “aposenta” Hughes

A segunda luta em importância da noite teve uma lenda do UFC derrotado no ultimo segundo do primeiro round. Ex-campeão dos médios, Matt Hughes, 37, sofreu nas mãos de Josh Koscheck e não resistiu aos golpes do compatriota norte-americano.

Hughes sentiu em uma sequência no fim do assalto. Grogue, ele tentou se manter na luta, mas acabou caindo e, no chão, Koscheck encerrou o combate com socos, obrigando a parada pelo árbitro, com apenas um segundo para o fim.

“Eu não vou me aposentar. Vou falar para o UFC me colocar de volta. Eu amo o público, amo os treinos. Vamos ver o que vai acontecer”, afirmou Hughes. Apesar disso, a decisão final sobre seu rumo no evento parte dos donos do UFC, e Dana White é conhecido por suas demissões. Foi  a nona derrota dele em 54 lutas, e a 16ª vitória de Koscheck em 21 combates.

Brasileiro vence por pontos; norte-americano fratura mandíbula

No card preliminar, o único brasileiro do evento saiu do octógono com uma vitória tranquila. Junior Assunção, irmão do vencedor no UFC Rio Raphael Assunção, passou pelo norte-americano de origem filipina Eddie Yagin, por pontos. Foi seu retorno ao UFC, com a sétima vitória seguida - seu cartel tem 17 combates, com quatro reveses.

“Sabia que ele viria nervoso por ser sua estreia no UFC e foi minha estratégia aguentar todos os rounds. Sei do seu poder do nocaute e sou um cara do jiu-jitsu. Fiquei surpreso de não conseguir o nocaute técnico no terceiro round, mas o parabenizo por ter aguentado”, disse Assunção.

Outra luta que se destacou foi encerrada por decisão médica. O campeão da última edição do reality show The Ultimate Fighter, Tony Ferguson, fraturou a mandíbula do compatriota norte-americano Aaron Riley. O lutador aguentou até o fim do round, mas não pôde retornar para o segundo assalto.

Confira os resultados completos do UFC:

Meio-Pesado: Jon Jones (EUA) vence Quinton "Rampage" Jackson (EUA), por finalização no 4º round
Médio: Josh Koscheck (EUA) vence Matt Hughes (EUA), por nocaute no 1º round
Pesado: Mark Hunt (NZL) vence Ben Rothwell (EUA), por pontos
Pesado: Travis Browne (EUA) vence Rob Broughton (ING), por pontos
Leve: Nate Diaz (EUA) vence Takanori Gomi (JAP), por finalização no 1º round

Card preliminar:
Leve: Tony Ferguson (EUA) vence Aaron Riley (EUA), por decisão médica
Médio: Tim Boetsch (EUA) vence Nick Ring (CAN), por pontos
Pena: Junior Assunção (BRA) vence Eddie Yagin (EUA), por pontos
Meio-pesado: James Te Huna (EUA) vence Ricardo Romero (EUA), por nocaute no 1º round
Galo: Takeya Mizugaki (JAP) vence Cole Escovedo (EUA), por nocaute no 2º round

Placar UOL no iPhone