Topo

MMA

Dana White diz que luta de E. Barboza "deveria ter sido interrompida antes"

Ethan Miller/Getty Images
Dana White, presidente do UFC, o combate deveria ter sido interrompido de forma mais precoce Imagem: Ethan Miller/Getty Images

17/12/2018 07h35

Nesse sábado (15), Edson Barboza e Dan Hooker mediram forças na luta coprincipal do UFC Milwaukee. Melhor para o brasileiro, que aplicou um verdadeiro massacre durante dois rounds e meio ao seu adversário e voltou a vencer no Ultimate. O castigo aplicado ao neozelandês foi tão significativo que fez Dana White se pronunciar sobre o combate.

Em entrevista ao canal 'Fox Sports' após o término do evento, o presidente do Ultimate criticou o árbitro responsável pelo duelo. Na opinião do chefão da empresa, o combate deveria ter sido interrompido de forma mais precoce, a fim de evitar que Hooker fosse ainda castigado dentro do octógono. A resistência de 'The Hangman', inclusive, foi elogiada pelo cartola do UFC.

Leia também:

"Ele (Hooker) não tem motivo para ficar triste. Ele mostrou muita bravura essa noite, muito coração. Na verdade, a luta deveria ter sido interrompida antes do que foi. E Edson Barboza? Uau! Esse garoto veio firme e provou um ponto hoje. Ele é mau", opinou White após o show.

Apesar da 'surra' que impôs a Dan, Barboza não recebeu nenhum bônus - ao menos oficialmente - por parte do Ultimate. Com o triunfo, o brasileiro, atual número 5 do ranking dos pesos-leves (70 kg) retoma o caminho das boas performances para seguir em busca do sonho do cinturão da categoria.

Looks like @danawhite is going to have some tough decisions ahead with the lightweight division! pic.twitter.com/scMypHgGNC

- FOX Sports: UFC (@UFCONFOX) December 16, 2018