MMA

Bendo refuta polêmica por resultado no Bellator: "Trabalhar para melhorar"

Mitch Viquez/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Benson Henderson não parece ter reencontrado no Bellator Imagem: Mitch Viquez/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Ag. Fight

25/09/2017 08h00

Desde que deixou o UFC e rumou ao Bellator, Benson Henderson não parece ter reencontrado ainda o melhor do seu jogo. Com três derrotas e apenas uma vitória na sua nova casa, o americano levou a pior no último sábado (23) diante do brasileiro Patricky 'Pitbull'. E o revés veio de forma doída, com uma decisão dividida dos juízes laterais. Mas o ex-campeão do Ultimate não quer saber de desculpas.

A derrota foi a terceira por decisão desde que Bendo se mudou para o Bellator - sendo a segunda dividida. E esses combates apertados onde os juízes laterias que definem o vencedor definitivamente não estão fazendo bem para a carreira do americano, tanto que ele sabe que precisa dar um basta nessa situação.

"Acho que de qualquer jeito, ganhando ou perdendo, eu preciso parar de ter lutas tão apertadas. Pessoal diz: 'oh, foi bem perto. Talvez você pudesse vencer ou perder'. Essas lutas apertadas estão me matando. É sempre bom vencer uma luta apertada, vencer uma decisão dividida, mas sempre tento decisões apertadas, decisões divididas, apertada e dividida (em sequência), isso é muito perto para ter. Você não pode ter isso. Você tem que ter uma performance melhor perdendo ou ganhando. Você tem que ter mais batalhas decisivas. É uma m***", lamentou o ex-campeão do UFC após a luta, em entrevista coletiva.

Aos 33 anos, a sequência ruim de Bendo chegou até a fazer com que jornalistas perguntassem a ele se existia o sentimento de pensar em pendurar as luvas. Henderson prontamente negou essa possibilidade e voltou a frisar que pretende retornar à academia para evoluir e derrotas seus próximos oponentes - de preferência, sem contar com os juízes laterais.

"Quando você chega ao ponto de estar perdendo e isso não o incomoda mais, como: "Ah, perdi outra vez. Tudo bem (então você deve se aposentar)'. Isso queima a minha alma. Isso não me faz bem. Estou queimando por dentro. Você tem que aprender como lidar com isso, levar isso como um homem e melhorar. De nenhuma forma, física ou performance, eu estou muito chateado. Mas eu sei que segunda-feira eu preciso voltar para a academia e trabalhar para melhorar. Assim, não terei decisões apertadas nas próximas vezes. Ponto", finalizou.

Benson Henderson possui 24 vitórias e oito derrotas em seu cartel de MMA. O americano foi campeão dos leves (70 kg) do UFC em 2012, quando venceu Frankie Edgar. Ele chegou a defender seu título em três ocasiões até ser finalizado por Anthony Pettis em agosto de 2013.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Redação
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
EFE
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Topo