MMA

José Aldo aponta para marca histórica como motivação para recuperar título

Buda Mendes/Getty Images
Imagem: Buda Mendes/Getty Images

Ag. Fight

22/11/2017 08h00

Maior peso-pena (66 kg) da história do MMA, o brasileiro José Aldo se prepara para encarar Max Holloway no próximo dia 2 de dezembro, em duelo que será a revanche do duelo que lhe custou o cinturão em junho, no Rio de Janeiro. Com cartel irrepreensível e dono dos principais recordes de sua divisão de peso, o brasileiro tem ainda uma grande marca para atingir.

Após perder o título para Conor McGregor em dezembro de 2015, Aldo recuperou seu posto ao vencer Frankie Edgar por pontos em sua única apresentação na temporada 2016. Portanto, ao perder o cinturão para Holloway, uma vitória sobre ele o colocaria com o status de ter sido campeão dos penas em três oportunidades, feito compartilhado apenas pelo ex-peso pesado Randy Couture.

"Pouca gente no UFC tem isso, dá para contar nos dedos os que perderam e reconquistaram . Já fiz isso uma vez e se fizer de novo fico na história. Esse legado eu vou deixar, a terceira vez que serei campeão", narrou durante uma coletiva de imprensa por telefone realizada nesta terça-feira (21).

Curiosamente, Aldo se preparava para enfrentar Ricardo Lamas duas semanas após o UFC 218. Com a lesão de Frankie Edgar, que desafiaria o campeão, o brasileiro antecipou seu cronograma de treinamento e fez os ajustes necessários como, por exemplo, treinar para uma disputa de cinco rounds. Afinal, Seu desafio marcado anteriormente seria sua primeira apresentação no evento em uma luta não válida pelo cinturão e, portanto, disputada em cinco assaltos.

"Estou motivado para fazer cinco rounds. Fazer três é a coisa mais normal do mundo. Nem lembro a última vez que treinei para três rounds. Estou muito acostumado para cinco, é normal. Não é uma questão de aceitar luta em cima da hora. Eu estava treinando já. Tenho que agradecer meu oponente por aceitar essa luta. Nunca tive oportunidade de fazer revanche vindo de derrota. Apenas com o Conor , mas não me deram".

A revanche entre Aldo e Holloway será a luta principal do evento agendado para o dia 2 de dezembro, na cidade de Detroit (EUA). Na mesma noite, Alistair Overeem encara Francis Ngannou na disputa que deve credenciar o vencedor para disputar o cinturão contra o campeão dos pesos-pesados Stipe Miocic.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Redação
Redação
Topo