Topo

MMA

Lesão, doping e caso de estupro: a saga do retorno da lenda BJ Penn ao UFC

Ryan Pierse/Getty Images
BJ Penn sofreu para voltar ao octógono do UFC Imagem: Ryan Pierse/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

15/01/2017 06h00

Demorou quase um ano desde o anúncio oficial, mas, depois de vários percalços, a lenda BJ Penn está de volta ao UFC. Depois de sofrer com lesões (sua e do adversário), um caso de doping e até mesmo uma acusação de estupro, o lutador havaiano, que teve um adversário alterado e três lutas canceladas neste período, finalmente voltará a subir no octógono da organização mais famosa do mundo de MMA. Aposentado desde julho de 2014, quando foi derrotado pela terceira vez por Frankie Edgar, o Prodígio, como é conhecido, terá o mexicano Yair Rodríguez pela frente no UFC Fight Night 103, que será realizado neste domingo em Phoenix, nos Estados Unidos.

Essa é a terceira vez que BJ Penn volta atrás em uma aposentadoria. Primeiro, se aposentou em 2011 após ser derrotado por Nick Diaz. Um ano depois, no entanto, retornou para lutar contra Rory MacDonald, um combate em que também perdeu por decisão unânime. Em 2014, o cenário se repetiu. O Prodígio, desta vez, aceitou um convite de Dana White para ser um dos treinadores do The Ultimate Fighter 19, enfrentando e sendo derrotado pela terceira vez por Frankie Edgar.

BJ Penn é considerado um dos maiores lutadores de todos os tempos. Ele foi o segundo atleta do UFC a conquistar dois cinturões em categorias diferentes da organização. Primeiro, foi campeão dos meio-médios ao finalizar Matt Hughes no UFC 46 e, depois, usou a mesma estratégia para ficar com o título dos leves contra Joe Stevenson na 80ª edição.