Topo

MMA

Lutador de MMA morre após perder luta em evento irregular nos EUA

LeAnn Kobe/Facebook/Bloody Elbow
Felix Pablo Elochukwu entra no ringue do AFC Unleash the Beast logo antes da última luta Imagem: LeAnn Kobe/Facebook/Bloody Elbow

Do UOL, em São Paulo

09/04/2013 17h36

O lutador nigeriano Pablo Elochukwu, de 35 anos, morreu na última sexta-feira após ser derrotado por nocaute técnico no terceiro round em combate de pesos pesados no AFC Unleash the Beast, em Port Huran, no estado norte-americano de Michigan. O evento não é regularizado e os lutadores não passaram por nenhum tipo de inspeção médica antes de lutar.

Era o primeiro evento de MMA de Elochukwu, vencedor de três medalhas de ouro no circuito local de grappling. O corpo do nigeriano foi submetido a autópsia, mas a causa da morte ainda é desconhecida.

Segundo os relatos da imprensa local, os dois primeiros rounds foram baseados no wrestling, mas ambos os lutadores começaram a apresentar sinais de cansaço antes do último assalto. Foi quando Elochukwu caiu no chão e passou a não responder aos golpes, fazendo o árbitro interromper a luta e decretar nocaute técnico.

Mesmo após perder a luta, Elochukwu aparentava estar bem durante o anúncio do resultado da luta. Quando ele achou um lugar para se sentar, seu corpo entrou em colapso e ele caiu da cadeira. Paramédicos estavam no local e prestaram atendimento ao lutador.

Quando parecia que Elochukwu recuperaria os sentidos, os paramédicos decidiram leva-lo ao hospital mais próximo, mas não houve tempo. O lutador de 35 anos não resistiu e morreu antes de chegar.

Michigan é um dos 12 estados norte-americanos onde o MMA é considerado legal. No entanto, a maioria dos eventos por lá não são regularizados. Foi o caso do AFC Unleash the Beast, que não providenciou exames médicos aos lutadores antes dos combates.