MMA

UFC confirma Dos Anjos X McGregor por cinturão; Holly encara Miesha Tate

Divulgação/UFC
Rafael dos Anjos e Conor McGregor irão se enfrentar no UFC 197 Imagem: Divulgação/UFC

Do UOL, em São Paulo

12/01/2016 19h07

Acabou a espera! Após dias de especulações, o duelo entre Rafael dos Anjos e Conor McGregor, valendo o cinturão dos leves do UFC, foi confirmado pela organização para o UFC 197, que acontecerá dia 05 de março, em Las Vegas. No mesmo evento, Holly Holm fará sua primeira defesa de cinturão contra Miesha Tate (leia mais informações abaixo).

A informação divulgada pela organização só corroborou o que já vinha sendo especulado nos últimos dias. Dana White, presidente do UFC, já havia declarado após o UFC 194 que Conor McGregor provavelmente subiria de categoria para enfrentar o brasileiro. Entretanto, Dana ressaltou que McGregor precisaria abrir mão do cinturão recém-conquistado dos penas, que pertencia a José Aldo. Porém, tudo isso foi desfeito, já que Conor McGregor poderá permanecer com os dois cinturões caso derrote o brasileiro. A luta também esteve ameaçada após McGregor exigir um pagamento maior para enfrentar o brasileiro, mas o problema também foi superado. 

Apesar de ter sido confirmado agora, a troca de farpas entre os lutadores já começou. Após o novo campeão dos penas afirmar que a luta será "apenas outra noite de trabalho fácil", foi a vez de uma provocação do lado do brasileiro, que disparou duras criticas ao novo adversário em entrevista ao site oficial do UFC.
 
"Estou muito feliz em finalmente poder meter a mão nesse falastrão. Quero convocar a torcida de todos os brasileiros. Ele tirou o cinturão do José Aldo, que estava dez anos invicto, tenho certeza que todos os brasileiros estão ansiosos para ver eu dar uma surra nele", disparou Dos Anjos, que complementou.
 
"Tivemos uma grande perda com o José Aldo, todo mundo pensava que ele ia ganhar. O McGregor teve um bom momento, porque não acho que teve luta. O Aldo ganharia nove de dez lutas entre eles. Quero convocar todos os brasileiros para torcerem e me apoiarem nessa batalha. Vou vingar a vitória do José Aldo e trazer alegria para o Brasil", avaliou o campeão.
 
Rafael dos Anjos ainda revelou que não desafiou ninguém, mas que estava pronto para dar boas-vindas ao irlandês à categoria dos leves, já que ele trabalhou muito para chegar até ali e Conor McGregor conseguiu a oportunidade de furar a fila apenas por suas provocações. Para "colocar o irlandês em seu lugar", Dos Anjos declarou que enfrentaria o irlandês até em sua terra natal.
 
"Já tinha falado com o Dana White e o Lorenzo Fertitta que aceitaria lutar na Irlanda. Muitos lutadores estão querendo essa luta apenas pela questão financeira. Lógico que todo mundo precisa de dinheiro, mas o mais importante para mim é resolver a situação que ele criou. Esse cara falou que batia até em Jesus Cristo, ele vai pagar por essa blasfêmia. Ele já perdeu a luta para mim naquele momento, só estou esperando chegar dia 5 de março para provar isso", concluiu o campeão.
 
Quem também ressaltou as palavras de Rafael dos Anjos foi o treinador do campeão, Rafael Cordeiro, que já havia criticado o irlandês quando o mesmo pediu para treinar na King´s MMA.
 
"É importante esclarecer que esse foi um pedido de McGregor. O Rafael está realmente feliz em 'recebê-lo' de uma forma brutal na divisão dos leves", afirmou ao site Sherdog Rafael Cordeiro, líder da equipe que também conta com Fabricio Werdum, campeão dos pesados.
 
"É um lutador que nós realmente acreditamos que ele pode derrotar. Ele está vindo de uma divisão mais leve, e ele pode ter certeza de que enfrentará um campeão forte, que não vai mudar seu estilo. O McGregor já provou ser um grande atleta, mas nós temos cinco rounds para derrotá-lo, e o Rafael está faminto para acabar com ele, não apenas física, mas espiritualmente, e quebrar sua alma dentro do octógono", ameaçou o técnico, que ainda complementou.
 
"Eu aposto que Rafael vai derrota-lo de uma forma brutal, do mesmo modo que ele tem encerrado suas últimas lutas", concluiu Cordeiro.
 

McGregor posta provocação no Facebook e relembra vitória sobre José Aldo

Após a confirmação da luta, Conor McGregor aproveitou suas contas nas redes sociais para publicar um texto provocativo, e bem-humorado, para promover o duelo contra o brasileiro.

Reprodução/Facebook
Conor McGregor fez montagem provocando Rafael dos Anjos Imagem: Reprodução/Facebook

"Anuncio oficial de luta:
Conor McGregor X Rafael Dos Anjos pelo cinturão dos leves do UFC
5 de março
MGM Grand, Las Vegas
Ao vivo no pay-per-view
Esta decisão executiva empresarial da McGregor Inc. é trazida para vocês pelo próprio rei, em associação com a EA Sports. “McGregor é o jogo.”
O sr. McGregor gostaria de agradecer aos fãs e aos veículos de mídia por aguardar a decisão.
O sr. McGregor ainda estava ocupado contando os ganhos da última luta.
Ele optou por dedicar este serviço de demolição ao leal povo brasileiro e aos fãs ao redor do mundo que permanecer ligados às suas raízes e leais ao seu país. 
O sr. McGregor ainda declarou que Rafael é um traidor de seu povo e faz votos para enfrentar o “American Gringo” Rafael dos Anjos, em nome de “La Brasilia!”
Viva o Brasil!
Vejo todos vocês em Las Vegas, em 5 de março! 
O rei retorna!”

 

Holly fará primeira defesa de cinturão contra Miesha Tate

Outra possibilidade que era ventilada nos últimos dias foi confirmada pelo UFC. Holly Holm, que chocou os fãs de MMA ao nocautear Ronda Rousey, irá realizar sua primeira defesa de cinturão contra Miesha Tate.

Reprodução/Instagram
Holly Holm fará 1ª defesa de cinturão do UFC contra Miesha Tate Imagem: Reprodução/Instagram

Miesha já tinha sido anunciada para enfrentar Ronda pelo título, mas como já havia sido derrotada em outras duas oportunidades, acabou preterida por Holly, que derrotou a ex-campeã. Com Ronda afastada do octógono para cuidar de projetos pessoais e se aprimorar, a chance de disputar o cinturão “caiu no colo” da primeira colocada do ranking do peso galo feminino.

Esta semana, o treinador de Holly, Mike Winkeljohn, chegou a afirmar que Miesha seria uma luta mais perigosa para a campeã.

"O mais difícil para Holly na luta contra Ronda foi enfrentar este status de lenda e a pressão, que estava incrível. Embora ser o desafiante também coloque bastante pressão na pessoa. São estilos diferentes. A Miesha Tate irá sair atropelando durante todo o tempo, enquanto a Ronda estava tentando finalizações rápidas. Há uma diferença em como essas coisas se desenrolam. Miesha é mais perigosa do que Ronda em diversos aspectos. Não no geral, mas em diferentes aspectos da luta, muitas mulheres podem ser mais duras do que a Ronda", concluiu o treinador.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo