MMA

Ex-campeão do UFC supera drama e perde 40 kg em dois meses

AP Photo/Matt Strasen
Imagem: AP Photo/Matt Strasen

Fernando Notari

Do UOL, em São Paulo

03/02/2016 08h09

Johny Hendricks, norte-americano ex-campeão meio-médio do UFC, tem mais uma “briga contra a balança” agendada para a sexta-feira (02). E acredite: não há lutador capaz de preocupar tanto o barbudo quanto a medidora de peso.

Hendricks é a maior estrela do UFC Fight Night do próximo sábado (06), marcado para Las Vegas (EUA), evento no qual enfrentará o compatriota Stephen Thompson. Antes de subir no octógono, terá de provar na sexta-feira, durante a pesagem, que está no limite da categoria: 77,1 kg. Para cumprir este objetivo, conta com novo trunfo: um nutricionista que o fez perder quase 40 kg em apenas dois meses.

Em entrevista ao UOL Esporte, o atleta exaltou o trabalho de Louis Giordano, profissional recém-incorporado à equipe, e contou estar confiante para acordar na quinta-feira, um dia antes do previsto, já no peso certo. Tudo isto após superar um sério problema de saúde que o obrigou a abandonar seu último combate.

Reprodução / Internet
Johny Hendricks fora do período de treinamentos Imagem: Reprodução / Internet

"Meu corte de peso não me preocupa para esta luta. Falta realmente muito pouco. O diferencial é que agora estou com Giordano. Mesmo com o corte, continuo muito forte, com energia para treinar intensamente. Arrependo-me de não tê-lo procurado antes”, disse, recordando-se de drama que viveu no fim de 2015.

Na esteira de problemas para atingir os 77,1 kg, em outubro do ano passado, Hendricks sofreu bloqueio no intestino e foi posteriormente diagnosticado com pedra no rim. O ex-campeão, àquela altura, pegaria Tyron Woodley em duelo que definiria próximo desafiante ao título, mas teve de abandonar o combate.

À época, o ex-campeão dos meio-médios estava sem acompanhamento de especialistas para corte de peso. Havia demitido o renomado Mike Dolce, que ocupava o cargo de nutricionista da equipe, após derrota para Robbie Lawler na sua primeira defesa de cinturão, em dezembro de 2014. 

Apesar de o rompimento ter sido amigável, Dolce o criticou, logo depois de Hendricks ter sido internado: "Foi uma comédia de erros", disse, sobre o processo de emagrecimento do lutador para o duelo contra Woodley. 

Reprodução / Twitter
Johny Hendricks faz acompanhamento nas redes sociais para provar emagrecimento Imagem: Reprodução / Twitter

Johny contratou Giordano em novembro de 2015. Superados os problemas, vê o embate contra Thompson como seu “renascimento no MMA”. “Falhar em bater o peso é sempre ruim para qualquer um, mas tudo acontece por um motivo, e agora tenho Louis para me orientar. Isso é muito bom para mim”.

Mas qual é o “milagre de Louis”? "Pouca coisa mudou em termos de alimentação. O nutricionista foca mais no controle alimentar. Eu como carboidratos e até gordura, mas controladamente”, explicou o norte-americano. Foi assim que, no espaço de quase 60 dias, passou de 113,4 kg para 77 kg.

“Creio que ainda tenho muito a fazer na categoria. Posso competir muito bem nos meio-médios”, prosseguiu, rechaçando a possibilidade, por hora, de subir de divisão. “Não fiz tudo o que posso fazer ainda. Mas, no futuro, quem sabe? Com Louis tudo é possível. Agora corto peso e fico enérgico, então tudo é possível”. 

Depois de vencida a balança, se de fato provar o sucesso da dieta que alardeia, o barbudo terá o kickboxer Stephen Thompson pela frente. "Minha estratégia se dá pelo que penso dele. Espero que ele mantenha distância com chutes e mais chutes", avaliou, sobre o atleta de 32 anos, que vem de cinco vitórias seguidas.

"Neste cenário, sei que usarei meu wrestling. Não sei se para me defender e tentar nocauteá-lo no chão, ou para derrubá-lo e tentar a finalização. Só dentro octógono saberei".

"Planejo fazer três lutas em 2016. Só quero estar ativo", disse. "No final do ano, espero disputar o cinturão", concluiu. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo