MMA

Com policiais no palco, UFC evita nova briga entre Conor e Diaz em pesagem

Danilo Lavieri

Do UOL, em Las Vegas (EUA)

04/03/2016 21h35

Já virou rotina. Se tem Conor McGregor, tem polêmica. Assim como já havia acontecido na entrevista coletiva da última quinta-feira (3), o irlandês voltou a se estranhar com Nate Diaz, durante a pesagem oficial do UFC 196. Dessa vez, no entanto, o presidente Dana White estava mais atento e evitou que os dois se tocassem. Por precaução, a organização chegou a colocar dois policiais no palco.

“Vou matar ou morrer aqui. F...-se esse cara”, atacou Nate Diaz. “É só mais um dia para mim, estou acostumado com isso. Nunca vi um cara tão magro lutando”, rebateu McGregor.

E se os dois lutadores precisaram ser contidos, o mesmo aconteceu com seus torcedores. Nas arquibancadas, os fãs do irlandês e do norte-americano quase se agrediram e precisaram ser contidos pelos seguranças do MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Enquanto o clima da luta principal é de tensão, a da segunda mais importante é de cordialidade. Assim como havia acontecido na entrevista coletiva de quinta-feira, Holly Holm e Miesha Tate se encararam em um clima amistoso. As duas se enfrentam pelo cinturão dos galos feminino da organização.

“Um novo tipo de treino, uma nova luta. A luta de novembro (contra Ronda) foi em novembro, tenho que estar pronta para 5 de março”, disse Holly Holm depois da pesagem.

Reprodução
Imagem: Reprodução

O destaque da noite ficou com o norte-americano Tom Lawlor. Conhecido por imitador lutadores antigos na entrada para as pesagens, o lutador agora decidiu “ser” Conor McGregor. Cheio de adesivos iguais às tatuagens do irlandês, Lawlor copiou até a postura do falastrão na hora da encarada com Corey Anderson.

O capixaba Erick Silva se mostrou motivado na pesagem oficial. O brasileiro não teve dificuldades para bater o peso da categoria dos meio-médios e apresentou uma boa forma para o combate – em suas últimas lutas, o Silva apresentou problemas com o peso. Ele enfrentará o francês Nordine Taleb.

No duelo entre brasileiro, Vitor Miranda e Marcelo Guimarães não tiveram dificuldades para bater o peso da categoria dos médios. No momento da encarada, muito respeito entre os lutadores.

Única mulher brasileira no evento, Amanda Nunes também fez uma encarada tranquila com Valentina Shevchenko. As duas se enfrentarão pela categoria dos galos feminino da organização.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo