MMA

Jon Jones é multado por tirar racha nos EUA; lutador nega acusação

Reprodução/Internet
Jon Jones voltou a se envolver em problemas de trânsito nos Estados Unidos Imagem: Reprodução/Internet

Do UOL, em São Paulo

28/03/2016 16h59

O astro do UFC, Jon Jones, está próximo de seu retorno ao octógono. No entanto, nem mesmo o duelo contra Daniel Cormier, valendo o cinturão meio-pesado da organização, está fazendo o atleta manter-se afastado das polêmicas em que se envolveu nos últimos meses.

Após se envolver em um polêmico acidente de trânsito, em que uma grávida acabou ferida, e ser pego dirigindo sem carteira de habilitação, o lutador se envolveu em outra confusão: segundo relatos da polícia de Albuquerque, cidade dos Estados Unidos em que reside, Jon Jones teria sido flagrado em um racha na madrugada da última sexta-feira (28). A informação foi divulgada pelo site TMZ Sports.

De acordo com os relatos, o atleta estaria dirigindo um Corvette branco em alta velocidade. O atleta teria sido multado por cinco violações, sendo a principal a “corrida de rua”. Os outros problemas estariam relacionados às mudanças feitas no carro, incluindo a placa do automóvel.

Nesta segunda-feira, o lutador concedeu entrevista ao programa “The MMA Hour” e explicou a situação ao repórter Ariel Helwani. De acordo com Jones, tudo não passou de um mal entendido com um policial que o abordou na madrugada de sexta-feira. O ex-campeão parou em um semáforo que tinham alguns fãs parados ao lado. Jones, então, começou a acelerar o carro para brincar com as pessoas. Ao sair com o carro, cerca de 20 metros após o semáforo, Jones acabou parado por um policial, que o acusou de estar participando de um racha.

“Eu, definitivamente, não estava tirando racha. O clima ficou quente e eu acabei dizendo algumas coisas que não deveria ter dito para o policial”, explicou Jones, que disse ter levado cinco multas do policial.

Ainda de acordo com o lutador, que não poderia ter recebido multas por conta de seu outro processo de trânsito, as coisas ficaram mais “tensas” por ele ter se alterado por saber que não poderia receber nenhuma penalização. No entanto, Jones descarta a possibilidade de estar sendo perseguido pelo Departamento de Polícia de Albuquerque.

“Eu tenho muitos amigos no departamento. Duvido que seja o caso. Ele estava tentando encontrar alguma coisa comigo e, quando ele percebeu que eu estava sóbrio, não sei se ele estava de mal humor ou algo do tipo, mas ele estava em uma postura combativa. Ele precisava de alguma coisa que justificasse me parar. Ele fabricou todas as coisas e disse que eu estava tirando racha”, concluiu Jones.

Confira abaixo o vídeo, em inglês, do momento da abordagem do policial ao lutador. É possível perceber o lutador chamando o policial de "porco" e "mentiroso" durante a discussão entre eles. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo