MMA

Brasileiro Viscardi Andrade cai em antidoping no UFC

Reinaldo Canato/UOL
Imagem: Reinaldo Canato/UOL

Do UOL, em São Paulo

12/04/2016 18h37

A Agência Nacional Antidoping dos Estados Unidos (USADA) anunciou que o brasileiro Viscardi Andrade, do UFC, foi notificado por “possível violação da política antidoping”. A irregularidade teria acontecido durante o período pré-luta de seu combate contra Richard Walsh, em 19 de março. A amostra que apresentou a alteração foi coletada no dia 7 de março.

Em nota oficial, o UFC anunciou que a USADA cuidará dos resultados e do julgamento apropriado para o caso. A organização afirmou que “informações adicionais serão fornecidas no momento adequado, seguindo o avanço do processo”.

Por meio de sua assessoria, Viscardi se disse “surpreso” com a notificação e afirmou ser inocente. O brasileiro, inclusive, disse ter requerido a contraprova do teste. “Mais do que o cinturão da categoria meio-médio do UFC, hoje, desejo que toda essa situação seja esclarecida e que eu possa voltar o mais rápido possível a fazer o que mais gosto, que é lutar, e dar continuidade à minha carreira profissional”.

A notificação da USADA é o primeiro passo no processo antidoping. Até o momento, no entanto, nenhum lutador do UFC que foi notificado escapou de uma punição. Com a notificação, o atleta fica suspenso preventivamente até o andar do caso.

Confira a nota oficial de Viscardi Andrade:

Na manhã desta terça-feira, dia 12 de abril, fui surpreendido por uma notificação da USADA informando uma possível violação em minha amostra coletada no dia 7 de março de 2016, no período pré-luta de meu último compromisso pelo UFC, a vitória sobre Rich Walsh.

Segundo a USADA, instituição que respeito e sei da credibilidade no esporte, violei a política antidoping da agência. Porém, nego com todo meu caráter que ingeri qualquer substância que viole os termos. Por conta disso, solicitei a contraprova do teste, e confio totalmente em minha absolvição neste imbróglio.

Durante o camp de preparação para a luta, realizei os mesmos procedimentos que faço em de 10 anos de carreira. Mesma alimentação, suplementação, tudo já aprovado por diversos exames antidoping realizados, muitos deles já como atleta do UFC, e com acompanhamento profissional de médicos e nutricionistas.

Mais do que o cinturão da categoria meio-médio do UFC, hoje, desejo que toda essa situação seja esclarecida e que eu possa voltar o mais rápido possível a fazer o que mais gosto, que é lutar, e dar continuidade à minha carreira profissional.

Lamento pelo ocorrido, mas apenas me resta aguardar pela contraprova do exame. Agradeço aos meus fãs, amigos e familiares que, tão logo a notícia veio à tona através da imprensa, me enviaram mensagens de carinho e de conforto em confiança de minha inocência. Em breve, vocês me verão em ação novamente. Muito obrigado.

Viscardi Andrade

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Topo