MMA

Lyoto admite doping e é retirado luta contra Henderson no UFC deste sábado

Do UOL, em São Paulo

13/04/2016 18h20

O lutador Lyoto Machida, que tinha confronto agendado contra Dan Henderson para o UFC Tampa, que acontece neste sábado (16), não poderá se apresentar. O brasileiro admitiu ter tomado uma substância proibida fora do período de competições e precisou ser retirado do card.

Segundo um comunicado oficial emitido pelo UFC, a organização foi alertada nesta quarta-feira (13) pela USADA (Agência Norte-Americana Antidoping), entidade que controla os exames antidoping para o UFC, que Lyoto Machida havia utilizado uma substância proibida fora do período de competições e declarou ao órgão a infração na hora da coleta da amostra que seria analisada.

Ainda segundo o comunicado da USADA, Lyoto declarou que não estava ciente de que a substância era proibida, tanto dentro quanto fora do período de competições. De acordo com a Política Antidoping do UFC, a admissão do uso será levada em consideração pela USADA durante qualquer potencial processo de gestão de resultados e adjudicação.

Por meio de um pronunciamento em sua página em uma rede social, Lyoto explicou que consumiu o suplemento 7-Keto, que contém a substância DHEA, encontrada em produtos comercializados nas lojas de suplementos e bastante popular. O lutador aproveitou o pronunciamento para se desculpas com os fãs, chegando inclusive a chorar.

"Fui pego de surpresa come essa notícia. Está sendo muito difícil para mim. Treinei muito para essa luta, com toda a minha equipe. Quero dizer que não sabia dessa substância, tanto que coloquei no meu teste. Essa substância foi banida em 2016. Foi um erro meu, assumo. Quero pedir desculpas a todos vocês. Tento sempre jogar limpo, mas dessa vez aconteceu", explicou Lyoto.

Nota da redação: A DHEA, usada por Machida, aparece na lista de substâncias proibidas da WADA (Agência Mundial Antidoping) desde 2012.

Com isso, Dan Henderson será retirado do card e terá um novo adversário apresentado em breve. Este seria o segundo confronto entre os atletas. O primeiro deles, realizado em 23 de fevereiro de 2013, terminou com vitória do brasileiro por decisão dividida. Após o anuncio do cancelamento da luta, o norte-americano utilizou uma rede social para criticar o brasileiro.

"Pedaço de mer*. Sem respeito", escreveu Henderson.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo