MMA

Ex-campeão do UFC busca vitória contra algoz de Cigano por chance de título

Wagner Carmo/inovafoto
Imagem: Wagner Carmo/inovafoto

Rodrigo Garcia

Do UOL, em São Paulo

06/05/2016 08h22

O evento principal do UFC Roterdã, que acontece neste sábado (07), na Holanda, colocará frente a frente dois dos maiores nomes da divisão dos pesados. Andrei Arlovski e Alistair Overeem irão medir forças para tentar entrar em rota de colisão com o campeão da categoria, o brasileiro Fabricio Werdum.

A luta terá um significado especial para Arlovski, que precisará se recuperar de sua primeira derrota sofrida após retornar para a organização. Desde que foi recontratado pelo UFC, em 2014, o atleta acumulou quatro vitórias seguidas contra nomes importantes da categoria, como Travis Browne e Frank Mir.

Quando estava prestes a obter sua disputa de cinturão, Arlovski foi surpreendido por Stipe Miocic, acabou nocauteado no primeiro round e viu o norte-americano ser escalado para enfrentar Werdum. Em entrevista ao UOL Esporte, o bielorrusso explicou que reviravoltas como essa são comuns da divisão.

“A divisão dos pesos pesados é muito boa. Esta é, provavelmente, a melhor em toda a história da indústria do MMA”, avaliou Arlovski, com a experiência de quem já passou por diversos eventos ao longo de seus 17 anos de carreira.

Para retomar a trajetória que estava construindo na organização, Arlovski precisará superar um motivado Alistair Overeem, que emplacou três vitórias seguidas em suas últimas lutas, inclusive com um nocaute sobre Junior Cigano, e se posicionou como um postulante ao cinturão de Fabricio Werdum.

Curiosamente, os dois dividem a mesma academia, a Jackson Wink MMA, em Albuquerque, nos Estados Unidos, onde também treinam outros astros do UFC como Jon Jones e Holly Holm. No entanto, Arlovski salientou que eles não treinavam juntos.

“Ele não é meu parceiro de treino. Ele só treina na mesma academia que eu. Fizemos um ou dois treinos juntos, mas ele não é meu parceiro”, esclareceu o lutador.

Apesar de ter o desejo de retomar o cinturão, que lhe pertenceu durante o ano de 2005, Arlovski não quer pensar muito adiante. Para o lutador, o importante é manter o foco no perigoso duelo contra Overeem para garantir a vitória e então sonhar com objetivos maiores.

“Primeiro, eu quero vencer o Overeem. Só então vamos ver o que o UFC espera. Eu quero fazer a minha lição de casa” concluiu o lutador.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo