MMA

Demian bate recorde no UFC, pede cinturão e explica provocações de rival

Danilo Lavieri e Jorge Corrêa

Do UOL, em Curitiba

15/05/2016 03h23

Demian Maia é o brasileiro que mais vitórias tem na história do UFC. Com 17 triunfos, ele superou Anderson Silva, o antigo dono do recorde, com 16. Mais do que isso, ele tem oito vitórias em dez lutas na categoria dos meio-médios e, por isso, diz que não há nada além do cinturão para ser disputado.

Atualmente, o cinturão está nas mãos de Robbie Lawler, que deve enfrentar Tyron Woodley no UFC 201, no fim de julho, nos Estados Unidos.

O brasileiro espera enfrentar o vencedor da disputa. “Eu acho que agora nesse peso tenho maior sequência de vitórias, acho que matematicamente eu sou merecedor, mas não depende só de mim, chegou a hora e todo mundo precisa pedir. Perdi só duas lutas contra caras duros. Eu quero essa chance”, afirmou o brasileiro na entrevista pós-luta.

Demian Maia ainda explicou o motivo de Matt Brown ter se envolvido em tanta confusão com suas provocações. Houve até episódio em que o norte-americano precisou agredir um torcedor para se livrar de um puxão no pescoço. Antes, ele havia protagonizado cenas de provocação com os torcedores, como mostrar o dedo do meio para a plateia na pesagem e subir na balança de costas para o público.

“Acho que meu adversário precisa disso, eu não precisava. Ele achou o público para poder provocar, porque eu não caí nisso. A gente conversou muito para não entrar nessa pilha, ouvi muita gente falando que eu precisava matar o cara. Minha maior concentração era para fazer o melhor, não usar o emocional. A chance dele era eu errar por estar muito emocionado. Foquei só lá na luta”, completou.

Após a luta, o UFC anunciou que identificou o torcedor que agrediu Matt Brown e que tomará medidas para que nenhum episódio parecido se repita.

Card principal
Stipe Miocic venceu Fabrício Werdum  por nocaute aos 2min47s do 1º round
Ronaldo Jacaré venceu Vitor Belfort por nocaute técnico aos 4min38 do 1º round
Cris Cyborg venceu Leslie Smith por nocaute técnico ao 1min21s do 1º round
Maurício Shogun venceu Corey Anderson por decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28 e 28-29)
Bryan Barberena venceu Warlley Alves por decisão unânime dos juízes (triplo 29-28)

Card preliminar
Demian Maia finalizou Matt Brown (mata-leão) a 4min31 do 3º round
Thiago Marreta nocauteou Nate Marquardt a 3min39 do 1º round
Francisco Massaranduba venceu Yancy Medeiros por pontos, em decisão unânime dos juízes
John Lineker venceu Rob Font por pontos, em decisão unânime dos juízes
Rogério Minotouro nocauteou Patrick Cummins a 4min52 do 1º round
Serginho Moraes e Luan Chagas empataram por pontos
Renato Moicano venceu Zubaira Tukhugov por pontos, em decisão dividida dos juízes
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo