MMA

"Poderia ter morrido, é uma 2ª chance", diz Wanderlei Silva após acidente

Do UOL, em São Paulo

16/05/2016 08h33

O lutador Wanderlei Silva segue em recuperação após sofrer um acidente de bicicleta, em Curitiba. Após ser submetido a cirurgias no ombro e joelho, o atleta continua internado em um hospital, mas já mostra o tradicional bom humor característico.

Em um vídeo publicado em suas redes sociais, Wanderlei Silva comentou sobre o acidente que sofreu na noite de quarta-feira (11). O atleta usou seu caso para pedir que as pessoas utilizem capacete quando estiverem andando de bicicletas ou motos.

“Usem capacete, pessoal. O capacete que eu estava usando chegou a quebrar, e se eu tivesse sem capacete, meu filho poderia ter ficado sem pai. Eu poderia ter realmente morrido. Tive uma segunda chance, dos males o menor, realmente estou chateado, triste, machucado, fiz uma cirurgia grande, mas graças a Deus estou vivo”, relatou Wanderlei.

Ainda sobre o acidente, Wanderlei acredita que o responsável por seu atropelamento usava o celular no momento em que o atingiu. Neste momento, o atleta aproveitou para fazer uma brincadeira com a situação.

“E você que está de carro, não mexa no telefone. Acho que o cara que me atropelou estava no telefone, pois ele não me viu. Estou muito triste porque o cara nem parou. De repente, ficou com medo. Se parasse.... Brincadeira, não incentivo violência nenhuma. Acidentes acontecem, ninguém faz nada disso por querer, não podemos culpar ninguém”, brincou Wanderlei.

Por fim, o lutador relatou que, por mais que estivesse “de molho” no hospital, estava acompanhando o desempenho dos brasileiros que se apresentaram no UFC 198, realizado no último sábado (14), em Curitiba. Wanderlei aproveitou para mandar uma mensagem de apoio a Fabricio Werdum, que perdeu o cinturão dos pesados da organização após ser nocauteado por Stipe Miocic.

“Infelizmente, estou muito triste com o resultado da luta do Werdum. Quero deixar minha solidariedade ao nosso campeão, dizer que isso acontece, foi campeão inclusive nas palavras, não dando desculpa e admitindo a superioridade do outro (...). Venho aqui defender a igualdade de direitos. Assim como ele deu a revanche imediata ao Velásquez, nada mais justo que ele tenha a revanche imediata”, cobrou o atleta. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Redação
Ag. Fight
UOL Esporte - MMA
Na Grade do MMA
Blog do Ohata
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
UOL Esporte - Imagens
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo