MMA

Maldonado comenta luta contra Fedor: "É como jogar basquete com o Jordan"

Do UOL, em São Paulo

13/06/2016 19h13

O veterano lutador Fábio Maldonado irá enfrentar um dos maiores nomes da história do MMA nesta sexta-feira (17), no evento Fight Night, que será realizado em São Petesburgo: o russo Fedor Emelianenko.

Em entrevista ao site norte-americano “MMA Junkie”, Fabio Maldonado falou sobre a luta contra a lenda russa, que o escolheu dentre diversos nomes apresentados em uma lista pelo produtor do evento.

“Eu não pude recusar a proposta quando surgiu. Imagine se você perguntar a um jogador de basquete se ele quer jogar com o Michael Jordan. Foi tipo isso para mim. Eu vou lutar contra o cara, a lenda do esporte. Eu aceitaria essa luta com um dia de antecedência. Estou muito feliz por essa luta acontecer”, revelou o lutador.

Ainda segundo Maldonado, ele sabe que chega para o duelo como “azarão”, embora o próprio Fedor tenha dito que havia escolhido o nome do brasileiro “por ser o mais qualificado” dentre os que foram apresentados a ele.

“Ele é favorito. Obviamente, no papel, ele tem 99% de chance de vencer. Mas, no meu coração, é 50 a 50. Se a luta passar do primeiro round, ela será ótima. Eu precisarei dar o meu máximo para fazer a luta passar do primeiro round”, avaliou Maldonado.

No entanto, Maldonado deixou de lado a modéstia ao analisar quais defeitos de Fedor poderiam ser explorados para que ele saísse com a vitória. De acordo com o lutador, que é um veterano do MMA, o segredo será apostar em suas habilidades no boxe.

“Eu tenho um boxe melhor. Eu não vou me fazer de humilde aqui e dizer que o boxe dele é melhor. Mesmo quando eu fui pego no passado, foi por conta dos meus próprios erros, porque eu sabia que tinha um boxe melhor. Então, eu apenas não posso cometer um erro cedo na luta. E como erro eu cito ser atingido de forma dura, não ser levado para baixo – o que também seria um erro, mas menor -, estou ciente do ground and pound dele, mas ser nocauteado é muito pior do que ser levado para o chão. Então, preciso começar tranquilo. Ele tem força para nocautear com um soco, então preciso tomar cuidado com minha movimentação”, projetou Maldonado, que concluiu.

“Eu espero uma luta dura. E me preocupo com a luta em pé, não com o solo. Contra Miocic as pessoas ficavam falando: ‘cuidado, ele vai te levar pra baixo’. Se ele tivesse me levado para baixo, a luta teria continuado. Eu treino jiu-jitsu a vida toda. Eu acho que Fedor é mais forte e mais rápido que eu. Mas a luta seguirá caso eu seja derrubado.”

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
UOL Esporte - Imagens
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo