MMA

McGregor diz que erro em dieta atrapalhou desempenho em derrota para Diaz

Rey Del Rio/Getty Images/AFP
McGregor foi finalizado por Nate Diaz Imagem: Rey Del Rio/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

27/06/2016 10h18

O irlandês Conor McGregor finalmente voltou a falar sobre a revanche contra Nate Diaz, que acontecerá no dia 20 de agosto, em Las Vegas, no UFC 202.

O campeão peso pena da organização avaliou o que espera da revanche contra o norte-americano em um evento realizado na Irlanda para promover o livro escrito por seu mestre, John Kavanagh.

“Eu estou muito confiante em mim mesmo e acredito que entrarei lá e brincarei com este cara. Em oito minutos de luta, eu estava brincando com ele. Aquela esquerda que ele conseguiu conectar em mim, eu ainda estava com todos os meus sentidos ali. Foi mais por uma questão de fadiga que perdi meu balanço”, explicou o lutador.

Ainda segundo o lutador, ele poderia ter tido um desempenho diferente caso tivesse suportado a pressão exercida por Diaz no segundo round do confronto. De acordo com McGregor, o norte-americano estava gastando muita energia para suportar ataques e aplicar contragolpes.

“Dava pra ver que o córner dele ficou maluco após a vitória, era como se tivessem vencido a loteria. Eu me pergunto o que teria acontecido se tivesse mantido a guarda alta, circulando, tomado os golpes e sobrevivido. Existem muitas questões, mas estou confiante que poderei melhorar da próxima vez. Estou confiante que vencerei esta revanche”, projetou o lutador.

O lutador ainda apontou as mudanças na preparação para explicar sua má apresentação diante de Diaz. Segundo McGregor, as alterações de peso atrapalharam, já que ele lutaria contra Rafael dos Anjos com 70 quilos, mas após a lesão do brasileiro enfrentou o norte-americano com 77 quilos.

“Meu corpo quase teve um choque. Eu estava estufando meu rosto e comendo tudo. Eu não estava precisando fazer peso, podia treinar durante o dia inteiro. Eu estava fazendo sessões de seis a oito horas na semana da luta. Olhando agora, vi que essa não foi a melhor ideia, acabou me prejudicando. Eu estava em overtraining, minha dieta não tinha sido boa. Mas meu chefe sempre diz: ou vencemos, ou aprendemos. Eu aprendi e estou focado, seguindo minha dieta.”, concluiu o lutador. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Topo