Topo

MMA

Miesha fica nua para bater peso e confirma luta por cinturão com Amanda

Do UOL, em São Paulo

08/07/2016 14h09

Três lutadores que se apresentarão no UFC 200, que acontece neste sábado (09), em Las Vegas, deram um susto na organização.

Com a nova regra de pesagem criada pela organização, os lutadores têm um intervalo de duas horas para subirem na balança e comprovarem que estão dentro do limite estabelecido por suas respectivas categorias.

A maior parte dos lutadores compareceu ao local da pesagem logo que a balança foi liberada. Assim, já comprovaram seu peso e tiveram um tempo maior para se reidratarem. No entanto, Johny Hendricks, Kelvin Gastelum e Miesha Tate fizeram a medição apenas no limite do tempo, assustando os organizadores.

A campeã peso galo, que irá enfrentar Amanda Nunes no evento principal da noite, foi a última a subir na balança. Para atingir os 61 quilos determinados para sua categoria, a norte-americana precisou ficar nua. Segundo o jornalista Shaheen Al-Shatti, do portal MMA Fighting, membros do UFC teriam informado que a atleta seria retirada do card caso não tivesse comparecido até o horário limite da pesagem. Caso não atingisse o peso limite de sua categoria, o cinturão estaria apenas em disputa para Amanda Nunes. Se a brasileira vencesse, assumiria o posto de campeã. Em caso de vitória de Miesha Tate, o cinturão ficaria vago.

O mesmo aconteceu com Kelvin Gastelum. O atleta, que já falhou em outras oportunidades e precisou mudar de categoria por orientação de Dana White, também ficou nu, mas cravou o limite da categoria dos meio-médios, que é de 77,7 quilos.

Contudo, nem tudo deu certo. Johny Hendricks, que já chegou até a ser hospitalizado após um processo de corte de peso drástico, não conseguiu atingir o limite de 77,7 quilos nem ao tirar a roupa. Visivelmente desgastado e cambaleando sobre a balança, o atleta ficou 110 gramas acima do estipulado. Com isso, ele perderá 20% da bolsa que deveria receber pelo duelo.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!