Topo

MMA

Cormier confirma favoritismo e derrota Anderson Silva no UFC 200

Do UOL, em São Paulo

10/07/2016 00h57

Não deu para Anderson Silva contra Daniel Cormier. Neste sábado (9), em Las Vegas (EUA), no UFC 200, 'Spider' confirmou a condição de azarão contra o campeão dos meio-pesados e foi derrotado por decisão unânime dos juízes. 

Lento, distante da melhor forma física, Anderson Silva foi dominado, mas terminou o duelo bastante aplaudido pelo público na T-Mobile Arena. O brasileiro teve apenas dois dias para se preparar para a luta, uma vez que Jon Jones, que disputaria a unificação do cinturão da categoria com Cormier neste sábado, caiu em exame antidoping anunciado na última quinta-feira (7). Anderson, então, topou subir de categoria e lutar sem treinar. 

"Para mim foi um grande desafio pessoal, porque eu consegui colocar em prática o que desenvolvi durante todos esses anos. Estou há muito tempo sem treinar, desde a cirurgia. Então valeu pelo desafio, espero que isso sirva de exemplo para os brasileiros e para todas as pessoas que estão aqui hoje", afirmou Anderson no octógono.

Com a derrota, Anderson segue longo período de seca no UFC. O ex-campeão dos médios não vence uma luta desde outubro de 2012, quando nocauteou Stephan Bonnar no Rio de Janeiro.

Desde então, ‘ Spider’ perdeu o cinturão para Chris Weidman, sofreu lesão gravíssima na revanche contra o americano, foi pego em exame antidoping e teve atuação inconstante na derrota para Michael Bisbing na Inglaterra. Ele ainda passou por uma cirurgia na vesícula em maio deste ano, que o tirou no UFC 198. E viu no UFC 200 a grande chance de ressurgir aos 41 anos, mas não conseguiu o que seria uma vitória histórica.

‘Spider’ sente falta de ritmo e Cormier ganha no chão

Apesar do público a favor em Las Vegas, Anderson Silva não esteve nem mesmo perto da vitória. Na verdade, confirmou que estava totalmente fora de ritmo e demonstrou lentidão nos movimentos.

Desde o primeiro round, Cormier apostou em sua luta de chão. O campeão dos meio-pesados logo encurralou o brasileiro na grade e encaixou bons socos e cotoveladas. No segundo assalto, já demonstrando cansaço, Anderson voltou arriscando seu rico repertório de chutes, mas Cormier pegou a perna do brasileiro, levando a luta ao chão mais uma vez.

No terceiro round, já esgotado, Anderson Silva ainda tentou um suspiro final com mais chutes e alguns tentativas de joelhada, mas o gás já havia acabado. Ele ainda segurou Cormier no chão mais uma vez para perder somente na decisão dos juízes. E acabou ovacionado em Las Vegas. 

 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!