MMA

Aldo vence Edgar, retoma cinturão e mira McGregor: "Vou vencer esse m..."

Do UOL, em São Paulo

10/07/2016 00h16

José Aldo recuperou-se no UFC. O brasileiro retornou ao octógono após derrota acachapante para Connor McGregor e retomou interinamente o cinturão dos pesos penas. Neste sábado (9), em Las Vegas, na histórica edição 200 do Ultimate, ele dominou Frankie Edgar e venceu por decisão dos juízes após cinco rounds.

Com o título interino da categoria, Aldo se aproxima da tão pedida revanche contra Connor McGregor, que se tornou obsessão do brasileiro desde a derrota em 13 segundos em dezembro do ano passado. Agora com o cinturão interino dos penas, no entanto, José Aldo ganha força para ter seu desafio aceito pelo irlandês. E o chamou para briga. 

"Eu só tenho um objetivo, que é vencer esse m... [McGregor]. Podem ter certeza que a próxima vez que eu pegar ele aqui, não terá a sorte que teve na ultima vez", afirmou o brasileiro após a vitória, com Connor assistindo a tudo das primeiras filas. 

Além de chamar o irlandês para a briga, o manauara também dedicou a vitória no UFC 200 ao seu treinador, que chegou a cogitar a aposentadoria. "Eu estou muito feliz, eu luto pelo meu técnico, eu amo ele", afirmou Aldo. 

Aldo evita o chão e domina Edgard 

O primeiro round começou com mais de dois minutos de estudo. Com ágil jogo de pernas, Edgar tentou alguns chutes, mas Aldo começou a encaixar o poderoso contra-ataque. Pouco pior no começo do combate, o brasileiro acabou acertando dois bons golpes no fim e foi levemente superior.

O supercílio direito de Edgar não resistiu no segundo round. Aldo voltou melhor da parada, evitou a tentativa do rival de levar a luta para o chão e encaixou bons golpes com boxe afiado. Frankie só soltou alguns chutes improdutivos, e voltou a ser inferior.

Sentindo o cheiro da derrota, Edgar voltou melhor no terceiro round. E machucou Aldo à vera pela primeira vez na luta. O brasileiro ainda acertou uma boa sequência de jab e direto, mas teve dificuldade de manter distância do rival, sofreu alguns golpes duros e chegou a balançar.

Aldo não se abateu e ganhou o quarto round, no qual poderia ter acabado a luta caso fosse mais agressivo. O brasileiro acertou boas sequências, chegou a encurralar o rival e praticamente garantiu a vitória. No último assalto, ele administrou a vantagem e usou sua experiência para conquistar o título interino dos penas. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo