Topo

MMA

UFC oficializa venda, e novo grupo promete acelerar crescimento do esporte

Alex Trautwig/Getty Images
Atual presidente, Dana White acredita que pode levar UFC a outro nível com novos donos Imagem: Alex Trautwig/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

11/07/2016 09h42

Por meio de um comunicado divulgado nesta segunda-feira, o UFC oficializou a mudança no controle da organização para a empresa americana WME-IMG, que prometeu acelerar o crescimento global do esporte nos próximos anos. A venda por parte da Zuffa (empresa que detém os direitos do UFC) para o conglomerado está estimada em R$ 13,2 bilhões (4 bilhões de dólares), segundo informações do "The New York Times".

“Um líder global em entretenimento e esportes, com uma carteira de mais de 800 eventos comercialmente representados, a WME-IMG também servirá como parceiro operacional do UFC. Com um histórico comprovado de construção de marcas esportivas líderes, ela vai se concentrar em acelerar a popularidade e a presença do esporte em todo o mundo”, diz o comunicado.

Como antes revelado, a empresa manterá Dana White como presidente da organização e sócio minoritário – o dirigente tem cerca de 9% das ações do Ultimate. Lorenzo e Frank Fertitta, donos da Zuffa e de 18 cassinos em Las Vegas, seguirão no evento, mas com parcela bem menor e sem nenhuma participação na organização. Ari Emanuel, líder da WME-IMG, será o novo CEO.

Para comprar o UFC, WME-IMG se associou a outros investidores: Silver Lake Partners e KKR, novos parceiros, além de MSD Capital, L.P. e MSD Partners, L.P, que já estavam na empresa.

Lorenzo Fertitta, antigo sócio majoritário da organização, repetiu o discurso. “Nós estamos confiantes que a nova equipe de donos da WME/IMG, com o qual construímos um forte relacionamento ao longo dos últimos anos, está comprometida a acelerar o crescimento global do UFC. Mais importante, nossos novos donos compartilham da mesma visão e paixão do que esta organização e atletas”, afirmou.

"Nenhum outro esporte se compara ao UFC. Nossa meta sempre foi levar as maiores lutas para nossos fãs e fazer dele (UFC) o maior esporte do mundo. Estou ansioso para trabalhar com WME/IMG para continuar levando este esporte a outro nível”, disse Dana White.

Fundado em 1993, o UFC é uma das marcas que mais cresce no mundo esportivo. A organização produz mais de 40 eventos ao vivo por ano e está presente em mais de 156 países. Seu números de audiência no pay-per-view chegam perto do 1,1 bilhão em 29 línguas diferentes.

O valor da negociação é considerado o maior de uma franquia na história do esporte e contrasta com o montante pago pelos irmãs Fertitta na aquisição do UFC em 2001. Na ocasião, desembolsaram apenas US$ 2 milhões. 

O anúncio oficial desta segunda-feira já havia sido adiantado na noita anterior por Dana White aos sites TMZ e ESPN. O atual chefão do UFC permanecerá como presidente da organização, apesar da mudança de donos. 

"Eu ainda serei o presidente. Os Fertitta seguirão com uma participação menor na empresa", comentou o dirigente.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!