MMA

Daniel Cormier admite que se sentiu intimidado diante de Anderson Silva

Rigel Salazar/ Ag Fight
Cormier apostou na luta agarrada e venceu Anderson Silva por decisão unânime Imagem: Rigel Salazar/ Ag Fight

18/07/2016 12h31

Campeão dos meio-pesados do UFC, Daniel Cormier defenderia seu cinturão diante de Jon Jones, mas o rival foi flagrado no doping e deu lugar a Anderson Silva, em luta que aconteceu no último dia 9, em Las Vegas (EUA).

Apesar da vitória na decisão unânime dos juízes, o americano foi muito vaiado e a torcida insistia em gritar "stand up", pedindo para que o campeão abandonasse o wrestling e lutasse em pé contra o brasileiro, que aceitou a luta com dois dias de antecedência.

Em entrevista ao site Jim Rome, Cormier comentou as vaias que recebeu durante toda a luta e revelou que sentiu o impacto de enfrentar um dos maiores lutadores de todos os tempos.

"Talvez o público não tenha gostado do wrestling ou de ver Anderson ser vencido, mas meu trabalho é ir lá e vencer. Nas minhas três lutas anteriores, fiz a luta da noite contra Jon Jones, ganhei o bônus de performance da noite contra Anthony Johnson e fiz a luta da noite contra Alexander Gustafsson, que foi eleita a segunda melhor luta daquele ano. Sempre estive envolvido em verdadeiras batalhas no octógono", justificou.

Cormier derrotou o brasileiro na decisão unânime dos juízes, mas o ritmo apresentado não foi condizente com suas atuações anteriores. O campeão deu a sua versão sobre a vitória em clima de amistoso.

"Quando olhei para o outro lado do octógono e o vi na posição de aranha que ele sempre faz, eu pensei: 'Uau! É o Anderson Silva!'. Eu lutei da forma que precisava lutar. O que eu podia fazer lutando em pé com o Anderson Silva? Poderia ser catastrófico se eu perdesse. Eu ainda seria o campeão, mas Anderson poderia descer de categoria e ganhar a chance de lutar pelo título dos médios em seguida. E eu? Para onde iria depois disso? Enfrentei Anderson Silva. E quer saber? Consegui uma vitória grandiosa para a minha carreira", disse DC.

Com a saída de Jon Jones de cena, que deve pegar uma longa suspensão pelo caso de doping, Cormier tem grandes chances de enfrentar o vencedor de Glover Teixeira x Anthony Johnson, que acontece no dia 20 de agosto, em Las Vegas (EUA), pelo UFC 202.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo