MMA

Werdum se recupera, vence Browne no UFC 203 e pede revanche pelo cinturão

Do UOL, em São Paulo

11/09/2016 01h01

Após ser nocauteado por Stipe Miocic em Curitiba e perder o cinturão dos pesos-pesados do UFC, Fabricio Werdum se reergueu. O brasileiro retornou ao octógono com vitória por decisão unânime dos juízes sobre Travis Browne, na madrugada deste domingo (11), em Cleveland, pelo UFC 203.

Werdum começou a luta a todo vapor, mas sentiu cansaço do meio para o fim. Mesmo assim, dominou o combate e não esteve nem perto da derrota. A duelo ficou marcado ainda por dois fatos curiosos. Browne chegou a interromper o duelo no início, com suspeita de fratura no dedo. E o brasileiro ainda se desentendeu e chutou o técnico do rival após o término da luta.

Como o próprio Werdum disse ao longo da semana, o objetivo dessa vitória é convencer Dana White que ele está pronto para ser o próximo desafiante pelo cinturão dos pesados. O brasileiro quer a revanche contra Stipe Miocic, que nocauteou Alistair Overeem na defesa do título também na madrugada deste domingo.  

"O próximo passo é a luta pelo cinturão, vou buscar o que é meu", afirmou Werdum após a vitória. 

Werdum começa arrasador, mas depois cansa

O primeiro round foi todo de Werdum, que começou em ritmo alucinante com uma voadora na cara do rival. Com menos de dois minutos, Browne interrompeu a luta com suspeita de dedo quebrado. Mas ele mesmo colocou-o no lugar para continuar no combate. O brasileiro continuou na mesma pegada, desferiu alguns socos que machucaram o rival e quase conseguiu uma finalização no fim do assalto. Browne foi salvo pelo gongo.

Werdum já não teve a mesma condição física no segundo round. A intensidade da luta caiu e o publicou chegou a ensaiar algumas vaias na Quicken Loans Arena. Mesmo mais lento que o habitual, o brasileiro conseguiu desferir bons chutes baixos e no tronco de Browne, que não conseguiu controlar a luta em momento algum.

O ritmo da luta caiu ainda mais no terceiro round. Com a vitória praticamente garantida, Werdum apostou em golpes isolados, esperando Browne, que já não tinha forçar para buscar o nocaute. Após o fim do assalto, o brasileiro ainda protagonizou confusão, chutando o técnico do rival, mas tudo se apaziguou na Quicken Loans Arena. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
UOL Esporte - Imagens
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo