Topo

MMA

Chute em árbitro pode render punição de 2 anos e meio para Roy Nelson

Reprodução
Roy Nelson chutou o árbitro depois de vencer o brasileiro Pezão Imagem: Reprodução

Leandro Carneiro

Do UOL, em São Paulo

06/10/2016 11h17

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva do MMA (STJDMMA) acatou parcialmente a denúncia contra o lutador Roy Nelson por ter chutado o árbitro John McCarthy no UFC Brasília. Com isso, o americano pode ser suspenso por até 2 anos e seis meses e ainda pagar uma multa caso seja condenado.

De acordo com Marcelo Sedlemayer Jorge, presidente do STJDMMA, o Tribunal acatou duas denúncias contra Roy Nelson, nos artigos 111 (agressão a árbitros) e 113 (conduta contrária à ética desportiva). O artigo 114 (gesto obsceno ao público) não foi acatado, pois o STJD entendeu que os gestos obscenos foram contra os árbitros e não insultou o público.

Caso seja condenado na pena máxima, Roy Nelson teria de ficar 2 anos e meio sem lutar. Ele ainda seria obrigado a pagar uma multa de US$ 40 mil (cerca de R$ 130 mil).

Enquanto o processo não é julgado, o americano foi suspenso preventivamente por 90 dias. Como o UFC é filiado a Comissão Brasileira de MMA (CABMMA) e a entidade brasileira é ligada a Association of Boxing Comissions (ABC), Roy Nelson não pode lutar em nenhum país do mundo no período.

O lutador tem sete dias para apresentar sua defesa na Justiça brasileira. Depois disso, o julgamento deverá acontecer em um prazo de dois meses, dentro da punição preventiva.

Roy Nelson acabou chutando o árbitro depois de vencer o combate contra o brasileiro Antônio Pezão no UFC Brasília em setembro deste ano.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!