MMA

UFC deve cortar 15% de seus funcionários três meses após ser vendido

Alex Trautwig/Getty Images
Imagem: Alex Trautwig/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/10/2016 09h16

Três meses depois de ser anunciada a venda do UFC por 4 bilhões de dólares (R$ 13,2 bilhões na época), a entidade deve cortar 15% de seu pessoal.

A informação da imprensa norte-americana é de que de 60 a 80 trabalhadores serão cortados. O UFC informa que trata-se de “menos de 15%” de seu pessoal. O Ultimate tem em torno de 400 pessoas empregadas atualmente.

Os cortes devem atingir diferentes áreas do UFC como marketing, relações públicas e produção. A entidade ressalta que não há planos imediatos para que o número de eventos seja reduzido por conta disso.

Segundo o site especializado em MMA nos EUA, MMAJunkie.com, pessoas do alto escalão do Ultimate também devem ser cortadas. O ex- dirigente do Manchester City, Garry Cook, seria um dos que deixaram o UFC.

O UFC tem diversos escritórios espalhados pelo mundo como em Los Angeles, Toronto, Londres e São Paulo. O jornal britânico The Guardian destaca que fontes ligadas à nova controladora do Ultimate, WME-IMG, ressaltaram que os organizadores não têm a intenção de fechar escritórios.

Quer receber notícias do MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Redação
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
UOL Esporte - Imagens
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo