MMA

Jacaré fez de tudo para lutar em NY, mas não precisou e UFC não deixou

Alexandre Loureiro/Inovafoto
Ronaldo Jacaré tentou de tudo para estar no UFC Nova York Imagem: Alexandre Loureiro/Inovafoto

Guilherme Dorini

Do UOL, em São Paulo

11/11/2016 16h15

Ronaldo Jacaré fez de tudo para estar presente no histórico UFC 205, o primeiro na cidade de Nova York após quase 20 anos de proibição de eventos de MMA por lá. O lutador brasileiro, que teve sua luta cancelada após Luke Rockhold se machucar, tinha dois planos para integrar o card, mas nenhuma delas acabou dando certo.

Um mistério tomou conta da pesagem oficial nesta sexta-feira. Tim Kennedy, que teve sua luta cancelada após Rashad Evans ser cortado por um problema de saúde, apareceu para se pesar normalmente, mesmo após o combate ter sido remarcado para a edição 206, no Canadá. Como são da mesma categoria (médios, até 84 kg), especulações começaram a surgir. E esse foi, de fato, o primeiro plano de Jacaré.

Segundo apurou o UOL Esporte, Jacaré ficou sabendo que a luta entre os dois havia sido cancelada no momento em que embarcava para Nova York. De cara, pintou um interesse em estar no evento, afinal, quem é que não gostaria de estar no que é considerado um dos maiores cards da história do UFC? Ainda mais depois do próprio Kennedy sair atirando para todos os lados em busca de um adversário, sendo um deles o próprio lutador brasileiro, que é conhecido por não fugir de combates quando é desafiado, mesmo tendo sido passado para trás em algumas chances de disputar o cinturão.

Jacaré, então, ligou e conversou com Gilberto Faria, seu empresário, pedindo para que ele tentasse viabilizar a luta. Gilberto entrou em contato com o UFC para iniciar uma rápida negociação, mas a organização negou o pedido, afirmando que não faria o menor sentido fazer essa luta nesta altura do campeonato.

Mesmo com a recusa da organização, Jacaré surpreendeu a todos e, momentos depois da pesagem ter sido dada como encerrada, apareceu para subir na balança. Sem nenhuma explicação, ele pesou 189 libras (85,7 kg), quatro a mais que sua categoria, mas, mesmo assim, estaria dentro do limite de cinco libras para um confronto com Kennedy, que pesou 185,6 (84,1 kg).

Horas depois, Jacaré apareceu nas redes sociais para explicar o ocorrido, seu plano B. “Depois do cancelamento da minha luta contra o Luke Rockhold, vim para Nova York a pedido do UFC. A organização me pediu para que batesse as 185 libras da categoria, e foi isso que fiz. Sou um bom funcionário do UFC, fiz o que me pediram. Eu bateria o peso, como sempre fiz em minhas lutas, faltava muito pouco quando fui informado pelo UFC que não precisaria mais. Eu entraria em ação contra Chris Weidman ou Yoel Romero, caso acontecesse algo com um deles. Fico feliz por eles estarem saudáveis e porque sei que eles farão uma grande luta”, revelou, antes de deixar outro recado ao inglês Michael Bispíng, atual campeão dos médios.

“Estarei na arena assistindo todo o card do UFC 205, e sigo aguardando o fanfarrão Michael Bisping para, enfim, ter minha tão aguardada chance ao título”, completou.

Jacaré é o atual número três do ranking dos médios (até 84 kg), mas está na fila do cinturão há um bom tempo. O brasileiro vinha de oito vitórias seguidas, contado participações no extinto Strikeforce, até ser derrotado para Yoel Romero em dezembro do ano passado, que acabou sendo pego em um exame antidoping. Jacaré enfrentou Vitor Belfort em Curitiba e, com um nocaute técnico no primeiro round, voltou a ganhar força na categoria.

Jacaré estava escalado para fazer a luta principal contra o ex-campeão Luke Rockhold em um evento em Melbourne, na Austrália, mas o combate acabou cancelado após o norte-americano se lesionar. Ao saber da notícia, o brasileiro mirou em Michael Bisping, detentor do cinturão e que estava desafiando George St-Pierre para o UFC 206, que acontece em dezembro, no Canadá. O inglês, no entanto, recusou um combate com Jacaré, alegando estar lesionado.

 

Depois do cancelamento da minha luta contra o Luke Rockhold, vim para Nova York a pedido do UFC. A organização me pediu para que batesse as 185 libras da categoria, e foi isso que fiz. Sou um bom funcionário do UFC, fiz o que me pediram. Eu bateria o peso, como sempre fiz em minhas lutas, faltava muito pouco quando fui informado pelo UFC que não precisaria mais. Eu entraria em ação contra Chris Weidman ou Yoel Romero, caso acontecesse algo com um deles. Fico feliz por eles estarem saudáveis e porque sei que eles farão uma grande luta. Estarei na arena assistindo todo o card do UFC 205, e sigo aguardando o fanfarrão Michael Bisping para, enfim, ter minha tão aguardada chance ao título! #TimeJacaré After my fight with Luke Rockhold got cancelled, the UFC requested me to come to New York. The organization requested me to make 185 pounds, and that’s what I did. I’m a good employee and did what the UFC asked. I would have made weight, as I always did for my fights, and I was close to making it when I was informed by the UFC that I didn’t need it anymore. I would step in against Chris Weidman or Yoel Romero in case something happened to either one of them. I’m happy because they are healthy and because I know they will put on a great fight. I’ll be at the arena watching the UFC 205 card, and I keep waiting for the joker @mikebisping so I can finally have my shot at the title! #TeamJacare #BeMoreHuman @reebok @reebokbrasil #UFC @ufc

A photo posted by Ronaldo Jacaré (@ronaldojacare)

on

Quer receber notícias de MMA de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Redação
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
UOL Esporte - Imagens
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo