Topo

MMA

Pitbull estreia nos leves de olho em McGregor: "Muito bom no que faz"

Steve Marcus/Getty Images/AFP
Imagem: Steve Marcus/Getty Images/AFP

Fernando Notari

Do UOL, em São Paulo

11/11/2016 07h59

Lutador brasileiro que já disputou o cinturão meio-médio do UFC, Thiago “Pitbull” Alves dará início a nova fase na carreira no próximo sábado (12), em evento histórico da franquia em Nova York. “Pitbull”, aos 33 anos, estreará nos pesos leves, e o fará de olho naquele que pode se tornar o novo dono do título da divisão, o astro irlandês Conor McGregor.

Principal nome do Ultimate atualmente, McGregor também fará seu primeiro duelo na categoria até 70 kg ao enfrentar o campeão dos leves Eddie Alvarez, em confronto que provocou polêmica no mundo do MMA. É esportivamente justo que McGregor lute pelo título logo em sua estreia na divisão e ainda mantenha o seu cinturão peso pena? “Pitbull” se esquivou do assunto, o qual classificou “politicagem”, e preferiu elogiar a estrela da organização.

“Isso não me afeta. Tenho de me preocupar com o que me afeta. Isso é politicagem, deixo que eles se resolvam entre eles”, disse, em entrevista ao UOL Esporte. Nem o estilo falastrão e provocativo de McGregor o incomoda: “Se você gostar de falar e for bom nisso... ele é muito bom no que faz, vende bem as suas lutas. Já eu, por exemplo, tenho approach mais samurai. Vamos gastar energia dentro do octógono mesmo, então melhor reservar para a hora da luta”.

Os elogios de Pitbull ao irlandês se estendem ao desempenho dentro do octógono: “Acho que é mais lutador [do que Eddie Alvarez]. Ele poderá resolver logo no começo do combate”.

Josh Hedges/Zuffa LLC
Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC

Não é à toa que o cearense está de olho no que acontecerá no embate entre Alvarez e McGregor, no mesmo UFC NY. Thiago “Pitbull” já fala em título e em construir um “reinado” na categoria dos leves. “Cinturão. O meu objetivo é o cinturão”, responde, certeiro, quando perguntado sobre seus planos. “Sinto que serei campeão. Pela minha história dentro do UFC, calculo que preciso de três, no máximo quatro vitórias para ter uma chance de disputá-lo”.

O primeiro desafio será contra Jim Miller, norte-americano de 33 anos que vem de dois triunfos em sequência. “Pela primeira vez terei vantagem de envergadura, e trabalharei isso em cima dele, dando porrada”, disse, prometendo nocautear ou finalizar o adversário. A avaliação do brasileiro, no entanto, parte de premissa errada: de acordo com os dados oficiais do UFC, Miller tem 1,80 metro de envergadura e “Pitbull”, 1,77 metro.

Foi justamente a desvantagem de tamanho em relação aos oponentes na divisão dos meio-médios que motivou “Pitbull” a descer de categoria. “Evolução do esporte. Os atletas até 77 kg estão ficando bem mais altos do que eu. Nas minhas últimas quatro lutas (duas vitórias e duas derrotas) estava dando muita diferença de envergadura. Fiz uma adaptação tranquila, tive mais de um ano para fazê-la de forma saudável. Estou me sentindo bem”, garantiu. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!