MMA

McGregor nocauteia Alvarez e faz história no UFC com dois cinturões

Do UOL, em São Paulo

13/11/2016 04h31

Quem poderá parar Conor McGregor? Na madrugada deste domingo (13), o irlandês venceu o norte-americano Eddie Alvarez por nocaute no segundo round, no UFC 205, em evento histórico realizado em Nova York, e tornou-se campeão peso leve da organização para alcançar feito inédito.

McGregor é agora o único lutador da história a acumular dois cinturões da franquia – ele também é o dono do título dos penas. Além de falastrão, provou mais uma vez que é bom de briga ao detonar o ex-campeão da divisão com golpes cirúrgicos.

Alvarez foi um treino de luxo para McGregor desde o começo da luta, uma atuação de gala do irlandês. Já no primeiro round, sofreu dois knockdows. No segundo, Conor conectou um lindo direto, dois cruzados e castigou o oponente no ground and pound. Fim de papo. 

"Eu vou destruir todos. Vocês têm que achar alguém com alcance, com peso para mim, senão, vou acabar com todos. Eddie Alvarez é um guerreiro, mas não deveria estar comigo aqui hoje", disse, sem abandonar o estilo marrento.

"Eu quero meus dois cinturões aqui!", esbravejou o irlandês no octógono. "Dei 4,2 bilhões de dólares para vocês do UFC e não me entregam os dois cinturões aqui? Quero agora", cobrou, arrancando gritos do público. Ele, de fato, só sossegou quando vestiu os dois cinturões.

"Olha, eu ridicularizei muita gente desde que cheguei aqui. E, veja, gostaria de pedir perdão para... absolutamente ninguém", prosseguiu, na arena. Foi o dono do espetáculo. 

Foi a 10ª apresentação do irlandês no UFC e sua nona vitória – a única derrota foi para Nate Diaz, quando se aventurou nos meio-médios. Vale dizer que cobrou revanche contra o norte-americano e vingou o revés, na mesma divisão. Alvarez, que já foi “rei” em outro evento, o Bellator, havia se tornado campeão em julho de 2016. O golpe de McGregor encerrou sequência positiva para o atleta, que vinha de três vitórias consecutivas.

Final perfeito (ao menos na perspectiva do Ultimate, que não para de fazer dinheiro com McGregor) para uma noite histórica ao UFC. O evento realizado em Nova York marcou o fim de uma proibição do estado ao esporte que durou quase duas décadas. E o ginásio do Madison Square Garden lotou para acompanhar a noite de combates.

Confira resultados do UFC 205:

Conor MCGregor nocauteou Eddie Alvarez no 2º round;
Tyron Woodley e Stephen Thompson empataram de forma majoritária;
Joanna Jedrzejczyk venceu Karolina Kowalkiewicz por decisão unânime;
Yoel Romero nocauteou Chris Weidman no 3º round;
Raquel Pennington venceu Miesha Tate por decisão unânime;
Frankie Edgar venceu Jeremy Stephens por decisão unânime;
Khabib Nurmagomedov finalizou Michael Johnson no 3º round;
Tim Boetsch nocauteou Rafael ‘Sapo’ Natal no 1º round;
Vicente Luque nocauteou Belal Muhammad no 1º round;
Jim Miller venceu Thiago ‘Pitbull’ Alves por decisão unânime;
Liz Carmouche venceu Katlyn Chookagian por decisão dividida

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo