MMA

UFC arrecada R$ 60 mi e quebra recorde em volta a NY; veja prêmios da noite

Do UOL, em São Paulo

13/11/2016 05h27

A volta do UFC a Nova York depois de quase duas décadas de batalhas políticas e jurídicas rendeu ao evento e ao ginásio do Madison Square Garden recordes de arrecadação com bilheteria. De acordo com o anunciado pelo site especializado MMA Fighting, o montante de ingressos somou 17,7 milhões de dólares (cerca de R$ 60,8 milhões na cotação atual).

Anteriormente, o recorde do UFC era do evento 129, realizado no Canadá em 2011 e com Georges Saint-Pierre à frente do card. Somou 12 milhões de dólares. O do Madison Square Garden era da "superluta" de boxe entre Lennox Lewis e Evander Holyfield, de 1999: 13,5 milhões de dólares. 

Não foi à toa: o Ultimate reservou card recheado de estrelas e com três disputas de cinturão - além de ter Conor McGregor liderando a noite. As 20.427 pessoas que compareceram à arena viram lutas empolgantes e, no fim, presenciaram o irlandês fazer história.

Diante do bom resultado, Dana White disse em entrevista após o evento: "Era uma ignorância absurda deixar o MMA longe de NY. Isso era política suja".

"Agora Deus terá de lutar contra o diabo para superar essa arrecadação", brincou o presidente da franquia.  

McGregor, que nocauteou Eddie alvarez no segundo round, tornou-se campeão dos pesos leves da franquia. Ele também é dono do cinturão dos penas, e tornou-se o primeiro atleta na história da organização a acumular dois títulos.

O atropelo de Conor McGregor sobre o rival lhe rendeu o prêmio de performance da noite - o que significa mais 50 mil dólares no bolso (aproximadamente R$ 200 mil). Yoel Romero, que nocauteou Chris Weidman, também recebeu R$ 200 mil pelo bom desempenho.

O combate da noite ficou para Tyron Woodley x Stephen Thompson. Em disputa do cinturão meio-médio, empate majoritário em um duelo mais do que empolgante. R$ 200 mil para cada um também.

Confira resultados do UFC 205:

Conor MCGregor nocauteou Eddie Alvarez no 2º round;
Tyron Woodley e Stephen Thompson empataram de forma majoritária;
Joanna J?drzejczyk venceu Karolina Kowalkiewicz por decisão unânime;
Yoel Romero nocauteou Chris Weidman no 3º round;
Raquel Pennington venceu Miesha Tate por decisão unânime;
Frankie Edgar venceu Jeremy Stephens por decisão unânime;
Khabib Nurmagomedov finalizou Michael Johnson no 3º round;
Tim Boetsch nocauteou Rafael ‘Sapo’ Natal no 1º round;
Vicente Luque nocauteou Belal Muhammad no 1º round;
Jim Miller venceu Thiago ‘Pitbull’ Alves por decisão unânime;
Liz Carmouche venceu Katlyn Chookagian por decisão dividida

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo