MMA

De olho em título, Bethe gostaria de encarar Amanda à revanche contra Ronda

Matthew Stockman/Getty Images
Imagem: Matthew Stockman/Getty Images

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

18/01/2017 07h58

Pouco mais de um ano depois, Bethe Correia voltará a lutar no Brasil. E a “Pitbull” espera deixar uma imagem melhor do que a última, em agosto de 2015. Na ocasião, a brasileira viu seu sonho do cinturão dos galos feminino do UFC terminar com 34 segundos, quando foi nocauteada por Ronda Rousey no Rio de Janeiro.

Agora o combate será contra a veterana Marion Reneau, em Fortaleza, e Bethe esperar contar com mais apoio do público. “Sempre quis lutar no Nordeste, para mim é uma vantagem. O calor é maior e tenho certeza que não terá público dividido como na última vez, será tudo para mim”, afirmou a paraibana ao UOL Esporte.

O combate contra Reneau é visto por Bethe como a chance de retornar à rota do cinturão que um dia foi de Ronda Rousey. “Não quero fazer uma luta por fazer, meu foco é sempre o cinturão. Procuro sempre um caminho mais curto para chegar nele. É o meu sonho”.

O título, atualmente, está em posse de Amanda Nunes. A brasileira manteve o cinturão ao vencer justamente Ronda Rousey em 30 de dezembro, no UFC 207. Derrotada pela norte-americana, Bethe não tem dúvida: um combate contra a atual campeã seria mais fácil.

“Eu estaria mais preparada (do que contra Ronda), não cometeria o mesmo erro que aconteceu no daquela vez. Conheço mais o estilo de jogo dela (Amanda)”, afirmou Bethe, que não esconde a vontade de encarar Ronda mais uma vez.

“Eu queria muito ter uma revanche com ela. Se ela voltasse, pediria uma revanche com ela. Mas meu objetivo acima disso é o cinturão”, completou.

Antes de encarar Ronda no UFC 190, Bethe possuía um cartel invicto de nove lutas. Após a derrota relâmpago, ela ainda caiu para Raquel Pennington, por decisão dividida. E foi da mesma maneira que ela voltou ao caminho das vitórias, contra Jessica Eye.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Topo