MMA

Cyborg recebe isenção retroativa e se livra de acusação de doping

Heuler Andrey/UOL
Imagem: Heuler Andrey/UOL

Do UOL, em São Paulo

17/02/2017 20h01

A Usada (Agência Norte-Americana Antidoping) anunciou que Cris Cyborg não será julgada por acusação de violação da política antidoping. Nesta sexta-feira (17), o órgão concedeu uma “isenção retroativa de uso terapêutico (TUE) e cancelou a suspensão temporária à lutadora brasileira.

No final do último mês de dezembro, a Usada havia notificado Cyborg por uma potencial violação da política antidoping. A brasileira teria sido flagrada pelo uso da substância “Espironolactona”, um diurético que impede o organismo de absorver muito sal e previne que os níveis de potássio fiquem muito baixos.

Em nota oficial, a Usada afirmou ter aceitado a explicação de Cyborg de que o uso do medicamento foi feito em final de setembro, após seu combate no UFC Brasília. A substância, porém, é proibida pela política do órgão, necessidade de uma autorização prévia. Após ter sido notificada, Cyborg, então, entrou com um pedido de isenção retroativa, que foi concedido pelo Usada.

A Usada afirmou ter aceitado o pedido de Cyborg, pois “a atleta tinha uma condição médica crônica diagnosticada e o uso do Espironalactona é o tratamento adequado”. O órgão afirmou, também, que a lutadora precisará documentar seus cuidados médicos e pedir uma renovação da isenção temporária antes que a atual expire.

O último combate de Cyborg aconteceu em setembro de 2016, quando nocauteou Lina Lansberg. Com a criação da categoria dos penas no UFC, é especulado um possível confronto dela contra a nova campeã Germaine De Randamie, que venceu Holly Holm, no UFC 208.

Horas depois da decisão da Usada, Cyborg se manifestou nas redes sociais e afirmou estar ansiosa para retornar ao octógono “logo que possível”.

“Estou extremamente feliz que a USADA tomou o tempo para analisar cuidadosamente o pedido detalhado TUE que eu submeti, e concordou que o meu uso da receita sempre foi medicamente justificado. Estou ansiosa para retornar ao octógono logo que possível, e provar que eu sou a campeã WMMA do 145lbs. Gostaria também de agradecer aos meus fãs por seu apoio contínuo, e meu Team Cyborg, que fez um tempo muito difícil mais fácil para mim”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo