MMA

Cormier repete vitória, aposenta Johnson e mantém cinturão dos meio-pesados

Josh Hedges/Zuffa LLC
Cormier finalizou Anthony Jonhson no segundo round da luta principal Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/04/2017 01h32

Daniel Cormier provou seu domínio nos meio-pesados. Na madrugada deste domingo (9), pelo UFC 210, realizado em Buffalo, nos Estados Unidos, o campeão da divisão manteve a estratégia utilizada no primeiro encontro com Anthony Johnson e, como se fosse um replay, repetiu a finalização utilizada na época. A diferença é que, desta vez, o mata-leão aconteceu no segundo round, mantendo o cinturão com DC. Surpreendentemente, Rumble anunciou sua aposentadoria do octógono após a derrota.

Cormier, agora, finalmente deve ter sua revanche contra Jon Jones. O ex-dono do cinturão dos meio-pesados cumpre suspensão por ter sido flagrado em um exame antidoping dias antes do UFC 200, quando justamente enfrentaria DC. No entanto, sua pena acaba no dia 6 de julho, o que faz com que Bones esteja livre para lutar na International Fight Week, semana do feriado da independência norte-americana.

Assim como no primeiro encontro entre os dois, Anthony Johnson começou caminhando para frente, tentando encurralar seu adversário para soltar seus potentes golpes. No entanto, surpreendentemente, Rumble optou por travar Cormier na grade e partir para a luta agarrada, especialidade do seu rival. Sem efetividade, ele até travou a luta e limitou o campeão, faturando, por pouco, o primeiro assalto.

Josh Hedges/Zuffa LLC
Anthony Johnson anuncia aposentadoria do MMA Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC

No segundo round, os dois lutadores optaram pela mesma estratégia. Johnson até conseguiu derrubar Cormier, mas também tomou uma queda, deixando o wrestler olímpico dominar suas costas e desferir alguns golpes em sua cabeça, pontuando com facilidade. Na sequência, DC teve paciência para esperar o momento certo para atacar o pescoço de Rumble, que deu os famosos três tapinhas para desistir do combate.

Ainda no octógono, Johnson não tentou encontrar desculpas para a derrota. "Não tenho desculpas, perdi a luta para um cara melhor. DC é muito talentoso. Parabéns para ele", disse, antes de surpreender.
 
"Isso é algo que tenho que fazer para mim, amo os fãs e esta é minha última luta. Ainda não falei para Dana White, não falei para ninguém, não queria nenhuma distração. Me comprometi com outro trabalho, algo que queria fazer há muito tempo, diferente de MMA, estou cansado de levar socos", completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Redação
Redação
Redação
Na Grade do MMA
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Redação
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Topo