MMA

À espera de rival, Anderson afasta luta com Belfort: "não me acrescenta"

Julie Jacobson/AP
Imagem: Julie Jacobson/AP

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

11/04/2017 18h51

Após Kelvin Gastelum ser pego no exame antidoping e retirado do UFC 212, no Rio de Janeiro, Anderson Silva ainda não sabe quem será seu oponente no card de 3 de junho. Por outro lado, o brasileiro já sabe quem não deseja enfrentar: o compatriota Vitor Belfort.

E Anderson explicou os motivos que o afastam de uma luta com Vitor, não sem antes alfinetar o rival.

“O Vitor vem de derrota, então não tem sentido lutar com ele. Seria bom apenas para ele, não para mim. E para falar bem a verdade, só se eu entrasse lá e desse um soco para apagar a última luta. Não faz muito sentido. Ele não me acrescenta nada, espero alguém que possa agregar ao meu legado”, provocou Silva.

No embalo da mesma resposta, utilizou esse argumento para também descartar Luke Hockhold como oponente. "Vem de derrota também, não faz sentido", disse.

UFC espera decisão até quinta (13)

Durante o evento de divulgação do evento do início de junho, nesta terça-feira (11), no Morro da Urca, a direção do UFC aproveitou para anunciar que a definição do adversário de Anderson ocorrerá ainda nesta semana. “Creio que nos próximos dois dias”, disse o vice-presidente do UFC, Joe Carr.

Apesar da declaração da organização, Anderson não escondeu a preocupação com a indefinição a menos de dois meses do UFC 212 – Rio de Janeiro.
“Estou feliz e apreensivo, pois não sei se vou lutar. Há muito tempo querendo lutar aqui no Brasil. Continuo os treinos e aguardando. Espero que se resolva”, comentou.

Por fim, após descartar Vitor Belfort, Anderson Silva admitiu ver com bons olhos uma possível luta com o cubano Yoel Romero.

“Uma luta contra o Romero seria um grande desafio, ele até estava para lutar por cinturão. Ele tem grandes qualidades, ele, sim, agrega para a minha trajetória”, finalizou.

Por fim, o comando do UFC deixou escapar que a luta deve ocorrer contra “um desses nomes comentados no evento” desta terça-feira (11). Além de Romero, Belfort e Hockhold, o nome de Nick Díaz também foi citado na entrevista coletiva.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo