Topo

MMA

De olho em cinturão, Renan Barão voltará à categoria em que foi campeão

Buda Mendes/Zuffa LLC via Getty Images
Renan Barão durante vitória contra Phillipe Nover: volta ao peso galo Imagem: Buda Mendes/Zuffa LLC via Getty Images

Fábio de Mello Castanho

Do UOL, em São Paulo

26/04/2017 11h11

Ex-campeão do peso galo do UFC, o lutador Renan Barão voltará a sua categoria de origem em busca da reconquista do cinturão. Após duas lutas como pena (até 66 kg), o brasileiro decidiu se condicionar ao peso até 61 kg. A informação, publicada inicialmente pelo Combate, foi confirmada pelo UOL Esporte.

Líder da equipe Nova União, Dedé Pederneiras confirmou à reportagem do UOL Esporte a decisão e explicou que Renan Barão tem conseguido seguir uma dieta que evitará novos problemas nas pesagens. Em 2014, o brasileiro teve problemas de pressão para bater o peso para a revanche contra TJ Dilashaw e teve de ser substituído.

“Ele está treinando com o Jair Lourenço nos Estados Unidos, e lá ele tem conseguido manter a dieta, diferente do que aconteceu nas últimas vezes (nas lutas pelo peso galo), quando ele ia para Natal três meses antes da luta e comia de tudo. Lá nos Estados Unidos ele está treinando bem leve”, disse Dedé Pederneiras.

Com a dieta controlada, Renan Barão planeja não passar mais apuros para conseguir cortar o peso e chegar aos 61 kg na véspera da luta.

O desejo de reconquistar o cinturão também contribuiu para a nova mudança de peso. No galo, Renan Barão vislumbra uma maior chance de voltar às lutas principais, embora ainda não tenha agendado o retorno.

Pelo peso pena, o brasileiro disputou duas lutas, com uma derrota para Jeremy Stephens e uma vitória diante de Phillipe Nover em setembro de 2016.

De volta aos galos, Renan Barão ainda deve esperar para ter a oportunidade de uma luta pelo cinturão. O atual campeão é Cody Garbrandt, que venceu Dominick Cruz em dezembro de 2016. Além dos dois, TJ Dillashaw busca uma nova chance de ser campeão.

Renan Barão ostentou o cinturão do peso pena de forma interina de 2012 a 2014, quando foi promovido a único campeão após diversas lesões de Dominick Cruz. Na sequência, ele perdeu o título para TJ Dillashaw, para quem foi derrotado novamente em sua última luta pelos galos, em 2015.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!