Topo

MMA

Brasileira lésbica pode ser campeã do UFC em cidade "amiga" dos LGBTs

Brunno Carvalho

Do UOL, em Dallas (EUA)

12/05/2017 12h00

Lésbica assumida, Jéssica Andrade terá a chance de conquistar o cinturão dos palhas feminino do UFC em Dallas, uma das cidades dos Estados Unidos considerada mais “amiga” da comunidade LGBT. O local ocupa o topo do Índice de Igualdade Municipal da Human Rights Campaign (HRC), uma das principais organizações de direitos civis norte-americanas.

Calcado em cinco pontos (leis contra discriminação, proteção no trabalho, serviços sociais, cumprimentos das leis anti-homofobia e relacionamento com a comunidade LGBT), o índice visa avaliar o quanto as leis e políticas de cada cidade contribui para a aceitação da comunidade lésbica, gay, bissexual e transgêneros. Em uma escala de 0 a 100, Dallas conseguiu em 2016 a nota máxima, algo que já havia acontecido um ano antes.

“Eu nem sou muito ligada com questão de política, mas com certeza leis são importantes. Faz a gente ter um lugar, saber que também temos um lugar na sociedade. E que a gente pode ser feliz não importa como seja, podendo ter filhos e nos casar”, afirmou Jéssica ao UOL Esporte.

Atualmente, Jéssica é noiva de Fernanda Gomes, que a acompanha em seus treinamentos e está presente em Dallas para o UFC 211. De acordo com a lutadora, as duas devem se casar em agosto deste ano e planejam a adoção de um filho.

Para dar nota 100 a Dallas, HRC exaltou o fato de a cidade ter aprovado a lei de igualdade um ano antes da decisão da Suprema Corte, que aprovou em junho de 2015 os direitos matrimoniais para pessoas do mesmo sexo em todos os Estados.

A discussão do caso em Dallas teve início em 2013, envolvida em uma polêmica pela declaração do prefeito Mike Rawlings, no cargo desde 2011. À época, o político afirmou que a lei não era mais do que um gesto simbólico e “um mau uso do tempo do Congresso”.

No ano seguinte, no entanto, Rawlings mudou de posição e decidiu colocar a proposta em discussão. No início de março de 2014, a leia foi aprovada por 13 votos a 2. “Temos tantas ótimas comunidades aqui. Essa é a palavra que usamos nessa cidade: comunidade. Não há melhor comunidade na cidade de Dallas do que a comunidade LGBT”, afirmou Rawlings durante a sessão.

Entre outras coisas, a lei aprovada previa direitos iguais a casais do mesmo sexo em planos de pensão e saúde.

Procurados pelo UOL Esporte, o prefeito Mike Rawlings e o congressista Scott Griggs, um dos responsáveis pelo projeto, iniciaram contatos, mas não responderam os questionamentos da reportagem.

A luta entre Jéssica Andrade e Joanna Jedrzejczyk será a segunda mais importante do UFC 211, que acontece neste sábado (13). O card ainda conta com a disputa de cinturão dos pesados entre Stipe Miocic e Junior Cigano.

UFC 211 (Dallas)
13 de maio

Card Principal

Pesados: Stipe Miocic x Junior Cigano
Palha feminino: Joanna Jedrzejczyk x Jéssica Andrade
Meio-médio: Demian Maia x Jorge Masvidal
Penas: Frankie Edgar x Yair Rodríguez
Moscas: Henry Cejudo x Sergio Pettis

Card Preliminar

Leves: Eddie Alvarez x Dustin Poirier
Penas: Chas Skelly x Jason Knight
Médio: Krzysztof Jotko x Dave Branch
Leves: Marco Polo Reyes x James Vick
Palha feminine: Jessica Aguilar x Cortney Casey
Penas: Jared Gordon x Michel Quinones
Pesados: Chase Sherman x Rashad Coulter
Penas: Gabriel Benítez x Enrique Barzola

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!