Topo

MMA

Demian minimiza vaias em vitória e diz poder vencer qualquer um na divisão

Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Demian Maia comemora após vencer Jorge Masvidal no UFC 211 Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Brunno Carvalho

Do UOL, em Dallas (EUA)

14/05/2017 02h30

Depois de conquistar sua sétima vitória consecutiva, Demian Maia ouviu vaias vindo do público presente no American Airlines Center, em Dallas, nos Estados Unidos. O brasileiro, no entanto, minimizou o fato na entrevista coletiva depois da luta.

“Penso que a torcida foi muito legal. Claro que eles querem finalizações e ações, mas não ligo (para vaias)”, afirmou.

Contra Jorge Masvidal, Maia encontrou dificuldades para derrubá-lo, mas conseguiu vencer por decisão dividida dos jurados. “Venci sete seguidas e essa foi provavelmente a mais difícil. Ele veio muito preparado para o meu jiu-jitsu, soube defender minhas quedas. Mas eu soube controlá-lo o tempo todo”.

Após o combate, Dana White prometeu que o brasileiro seria o próximo desafiante ao cinturão que atualmente pertence a Tyron Woodley. Sobre um possível combate com o atual campeão, Maia diz ter estudado o jogo do norte-americano durante a vitória dele sobre Stephen Thompson.

“Estava olhando sua nota em Nova York, mas não cheguei a nenhuma conclusão sobre como enfrenta-lo. Percebi algumas brechas no jogo dele que posso usar, mas não vou falar agora. Mas quando você está lá (octógono) é 50-50. Sei meu nível e sei que sou capaz de vencer qualquer um nessa divisão”.

Na entrevista coletiva depois do evento, Dana White voltou a falar sobre Demian Maia e confirmou que o brasileiro terá sua chance de lutar pelo título dos meio-médios. “Todo mundo fica falando ‘eu mereço, eu mereço’. Vou te falar uma coisa: ninguém merece nada, você precisa conquistar. E Maia conquistou essa noite”.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!