MMA

Aldo admite foco em Holloway, mas dá dica sobre futuro no UFC: "superlutas"

Guilherme Dorini

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

01/06/2017 14h08

Depois de quase um ano afastado, José Aldo está prestes a volta ao octógono mais famoso do mundo. Nesta quinta-feira (1), em um evento voltado para a imprensa, o brasileiro admitiu estar focado e motivado para enfrentar Max Holloway, seu adversário do próximo sábado (3), no UFC 212, no Rio de Janeiro, mas já deu dicas do rumo que sua carreira poderá seguir no futuro próximo.

“Acho que o estilo (de luta) casa muito bem para mim. Principalmente para mim. Sou um cara que ataca muito, ele (Holloway) procura lutar também, então, isso vai me ajudar bastante”, disse Aldo, antes de completar. “Essa luta vai ser bem agressiva, se ele não mudar o estilo dele, pode ter certeza que vou pegar”.

Guilherme Dorini/UOL
José Aldo e Max Holloway se enfrentam no UFC 212, no Rio de Janeiro Imagem: Guilherme Dorini/UOL

Aldo entrou em atrito com a organização em setembro do ano passado, quando, inclusive, ameaçou se aposentar e até entrar na justiça contra o UFC. O brasileiro, no entanto, voltou atrás e considera que o caso o ajudou no relacionamento com Dana White e os novos chefes do evento. “Tivemos um problema, entre patrão e funcionário. É normal. O que pode ter mudado (de lá para cá) é o tratamento. Eu mostrei para eles o que eu queria. O que eu quero fazer”, contou.

Quando questionado sobre o que, de fato, gostaria de fazer, Aldo foi direto, dando pistas do seu futuro no UFC. “Acho que não vou anunciar nada em cima do octógono, mas em seguida, sim. Fazer superlotas é o meu maior desejo hoje. Sempre quis fazer isso, me testar em outras categorias diferentes, vamos ver. Mas, o próximo passo é o Holloway. Depois, vou sentar com o Dedé (Pederneiras, seu técnico e empresário) para ver o que fazemos. Já temos alguns nomes, mas não é hora de falar disso agora”, acrescentou.

José Aldo é campeão linear dos pesos-pena do UFC. Neste sábado (3), ele enfrenta o havaiano Max Holloway, dono do cinturão interino da mesma categoria. O combate vale pela unificação dos títulos e é a luta principal do UFC 212, no Rio de Janeiro. O evento ainda contará com Vitor Belfort, Cláudia Gadelha e Erick Silva.

UFC 212 - 3 de junho, no Rio de Janeiro

Acompanhe na íntegra, em tempo real, no Placar UOL Esporte a partir de 19h30.
 
CARD PRINCIPAL
 
José Aldo x Max Holloway (peso-pena)
Cláudia Gadelha x Karolina Kowalkiewicz (peso-palha)
Vitor Belfort x Nate Marquardt (peso-médio)
Paulo Borrachinha x Oluwale Bamgbose (peso-médio)
Erick Silva x Yancy Medeiros (meio-médio)
 
CARD PRELIMINAR
 
Raphael Assunção x Marlon Moraes (peso-galo)
Antônio Cara de Sapato x Eric Spicely (peso-médio)
Johnny Eduardo x Mathew Lopez (peso-galo)
Iuri Marajó x Brian Kelleher (peso-galo)
Viviane Sucuri x Jamie Moyle (peso-palha)
Luan Chagas x Jim Wallhead (meio-médio)
Marco Beltrán x Deiveson Alcântara (peso-galo)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Redação
Redação
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Redação
Redação
Redação
Na Grade do MMA
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Redação
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Topo