MMA

Brigas, demissão e tragédia: o que aconteceu com Wand e Sonnen pós-UFC

Reprodução
Rivalidade foi criada no The Ultimate Fighter Brasil Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo (SP)

24/06/2017 04h00

Três anos depois da realização da terceira temporada do The Ultimate Fighter Brasil, Wanderlei Silva e Chael Sonnen finalmente se enfrentarão. A luta, no entanto, não será no UFC, mas sim no Bellator, organização rival que contratou os dois lutadores após uma série de confusões e desentendimentos entre o brasileiro e o norte-americano com Dana White e companhia.

Jorge Corrêa/UOL
TUF Brasil foi a última participação dos dois no UFC Imagem: Jorge Corrêa/UOL

Wand e Sonnen, como técnicos daquela edição do reality show, deveriam se enfrentar no fim da temporada. O brasileiro, porém, fugiu de um exame antidoping, não apareceu no evento que foi realizado em São Paulo e, desde então, nunca mais subiu em um cage.

Sonnen, por outro lado, foi de vilão a mocinho. Ganhou o apoio dos torcedores brasileiros, prestigiou a decisão da competição e parecia que sairia por cima da situação. O problema é que, apenas uma semana depois, o norte-americano também foi flagrado com substâncias proibidas.

De lá para cá, muita coisa aconteceu. Os dois se aposentaram, voltaram atrás na decisão, brigaram com Dana White, se envolveram em polêmicas fora do mundo da luta e o brasileiro até passou por um momento delicado ao sofrer um acidente automobilístico.

Confira como foram os três anos de Wand e Sonnen longe do UFC

PORTA DOS FUNDOS?

Depois do cancelamento do combate entre Wanderlei Silva e Chael Sonnen, Dana White deu detalhes sobre a confusão. Segundo o chefão do UFC, o brasileiro “fugiu pela porta dos fundos” para evitar a realização de um teste antidoping e, sem cumprir as demandas da Comissão Atlética de Nevada e com a chance de ter sua licença para lutar revogada, foi substituído por Vitor Belfort no UFC 175, em 5 de julho.

CANO NO UFC

Ethan Miller/Getty Images
Wanderlei Silva sumiu de evento realizado em São Paulo Imagem: Ethan Miller/Getty Images

Mesmo tendo sido retirado da luta no UFC 175, Wanderlei Silva era esperado em São Paulo para participar dos eventos da final do TUF Brasil 3, onde ele foi treinador. Ele simplesmente não apareceu. Deu cano no UFC, virou vilão e alvo de vaias do público no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

SONNEN NO ANTIDOPING

Chael Sonnen foi pego mais uma vez no exame antidoping. Dias após Wanderlei, a Comissão de Atletas de Nevada (NAC) confirmou que o norte-americano testou positivo para quatro substâncias proibidas no esporte. As amostras de sangue e urina do polêmico lutador foram tiradas no dia 5 de junho, na cidade de Portland, quando restavam 30 dias para o UFC 175, no qual o norte-americano enfrentaria o brasileiro Wanderlei Silva em Las Vegas.

SONNEN SE APOSENTA

Após ter sido pego em exame antidoping, Sonnen anunciou sua aposentadoria do esporte, aos 37 anos. O atleta estava no 17º ano de carreira no esporte, mas decidiu encerrar sua trajetória nas lutas. Ele havia sido vetado do UFC 175 por causa do resultado do teste.

EXPLICAÇÕES

Josh Hedges/Zuffa LLC
Wanderlei Silva e Dana White nos tempos de UFC Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC

Ainda em junho, Wanderlei Silva admitiu ter ingerido diuréticos durante visita à Comissão Atlética de Nevada. O atleta esteve presente na reunião, mas falou através de seu advogado, Ross Goodman. Segundo o advogado do brasileiro, ele se recusou a realizar o teste no dia 24 de maio por temer ser pego com diurético que estava ingerindo juntamente com anti-inflamatórios receitados por um médico do UFC para a recuperação de uma fratura no punho direito que sofreu durante as filmagens do programa The Ultimate Fighter Brazil 3, em fevereiro, quando se envolveu em luta com Chael Sonnen.

WAND SE APOSENTA

Depois de toda polêmica com o UFC, Wanderlei anunciou sua aposentadoria do MMA, em setembro de 2014. O brasileiro gravou um vídeo detonando a organização de Dana White para explicar os motivos de parar e culpando seus problemas físicos para o adeus do esporte. "Usam a gente para ganhar dinheiro, vocês não respeitam, não pagam e não dão nada ao atleta. Apenas migalhas, agora chega. Eu estou de olho em vocês. A verdade agora vai aparecer", disparou.

BANIDO DE NEVADA

Mesmo depois de anunciar sua aposentadoria, Wanderlei Silva ainda teve que pagar por um do que seria seus últimos atos como lutador do UFC. A Comissão Atlética do Estado de Nevada puniu o então ex-atleta por ter fugido de um teste antidoping surpresa. Em audiência sem a presença do brasileiro, a entidade definiu uma multa de US$ 70 mil dólares (cerca de R$ 170 mil), além de bani-lo de qualquer evento de luta no Estado, entenda-se, em Las Vegas.

GUERRA AO UFC

Jeff Zelevansky/Getty Images
Dana White e Wanderlei Silva entraram em conflito no UFC Imagem: Jeff Zelevansky/Getty Images

A relação entre Wanderlei Silva e o UFC desandou no começo de 2015. Depois de o “Cachorro Louco” postar em seu Facebook, que estava sendo “perseguido, discriminado e tratado como escravo por esse evento”, o presidente da organização, Dana White, rebateu as declarações. “Wanderlei Silva correu de um teste antidoping. Se ele é um escravo, é um escravo dele mesmo, de seu próprio erro. Tudo o que o Wanderlei fez de errado, ele trouxe para si mesmo. Eu sei disso, vocês sabem disso, e todo mundo sabe disso".

DESCULPAS E, ENFIM, PAZ

Já em 2016, um ano depois de polêmicas com o UFC, Wanderlei Silva deu o braço a torcer. Após um pedido de desculpas para a organização, o brasileiro conseguiu rescindir seu contrato para ficar livre para tocar seu futuro profissional. “É um bom dia para o Wanderlei. Nós conseguimos resolver seu processo e, mais importante, conseguimos liberar o Wanderlei de seu contrato com o UFC. Agora ele é livre para fazer o que quiser. Se o Bellator quiser assinar com ele um acordo promocional, ele poderá promover eventos ou coisas do tipo. Antes, sob contrato com a Zuffa (proprietária do UFC), isso não era possível”, declarou seu advogado na época.

NOVA CASA

Reprodução
Wanderlei Silva quando contratado pelo Bellator Imagem: Reprodução

E não demorou muito para Wanderlei Silva voltar atrás na aposentadoria e assinar com outra organização. Após um longo período afastado do esporte por conta das polêmica com a Comissão Atlética de Nevada e o UFC, o brasileiro acertou um contrato de exclusividade com o Bellator para voltar a lutar.

BANHO DE ÁGUA FRIA

Empolgado com seu novo futuro profissional, Wanderlei Silva teve um banho de água fria. Em maio de 2016, o brasileiro foi atropelado enquanto andava de bicicleta perto de sua casa, em Curitiba. "Informamos que o Wand sofreu um acidente, onde foi atropelado por um carro quando estava retornando de bicicleta para sua casa após um treino, com isso acabou lesionando o ombro e passa por cirurgia no dia de hoje", informou a assessoria do atleta. A recuperação do "Cachorro Louco" foi boa.

TRAGÉDIA FAMILIAR

Não bastasse a vida conturbada na parte profissional, Sonnen precisou lidar com uma tragédia familiar: a perda de sua filha recém-nascida, Blauna Dian Sonnen, que morreu após complicações devido a uma intoxicação alimentar. Esposa de Sonnen, Brittany contraiu a bactéria "listeria monocytogenes" durante a gravidez, o que gerou um parto prematuro. O bebê nasceu 10 semanas antes da data prevista e não resistiu devido a problemas imunológicos.

SONNEN NO BELLATOR

Reprodução/Bellator
Sonnen com luvas do Bellator pela 1ª vez Imagem: Reprodução/Bellator

Em setembro do ano passado, Chael Sonnen decidiu colocar um ponto final em sua aposentadoria depois de dois anos. Com o fim da pena pelo doping, Sonnen conseguiu a liberação de seu contrato com o UFC e ficou livre para assinar com o Bellator. Os termos e o tempo do acordo com a nova organização não foram revelados. Especulações de um combate contra Wanderlei Silva começavam a surgir.

WAND TENTA VOLTAR, MAS REFUGA

Wanderlei Silva estava escalado para fazer uma das principais lutas do Rizin FF, programado para dia 29 de dezembro do ano passado. O brasileiro ganharia uma bolsa altíssima para enfrentar Mirko Cro Cop, em duelo sem limite de peso. No entanto, faltando algumas semanas, em vídeo divulgado nas redes sociais, ele afirmiou que a lesão no ombro, fruto do atropelamento, ainda não havia sido completamente recuperada e que isso o impediria de dar o máximo de si nos ringues do evento japonês.

BRIGA ANTIGA

Convidado para promover um evento do Rizin FF, Wanderlei reviveu uma antiga rivalidade do extinto Pride durante a sua passagem pelo Japão. Vídeos compartilhados pelo lutador e uma foto que circulou na internet mostraram que Wanderlei se envolveu em discussões e até em um princípio de briga com Charles Bennet, que também é conhecido como “Krazy Horse”.

SONNEN VOLTA A LUTAR

Divulgação
Tito Ortiz é declarado vencedor em sua última luta contra Chael Sonnen Imagem: Divulgação

Depois de três anos afastado do MMA, Chael Sonnen encarou seu primeiro desafio no Bellator. O adversário? Um velho conhecido dos fãs de artes marciais mistas: o veterano Tito Ortiz. Após muitas provocações fora do cage, Ortiz precisou de apenas dois minutos para encaixar uma finalização e forçar os três tapinhas de Sonnen. Um desempenho vergonhoso para o rival de Wanderlei Silva.

VOCÊ ESTÁ DEMITIDO!

Reprodução
Sonnen trapaceia e é demitido do "Aprendiz" dos EUA Imagem: Reprodução

Sonnen foi demitido após a derrota para Tito Ortiz. Calma! Não, não foi do Bellator. O norte-americano foi demitido por trapacear na versão americana com celebridades do “Aprendiz”. Durante o episódio, Chael Sonnen aparece dando um “jeito” para que seu time tivesse mais tempo de fechar o projeto. Enquanto os companheiros de equipe trabalhavam, o lutador foi atrás do computador e com uma tesoura cortou o fio, para alegar problemas técnicos e ganhar mais tempo.

O evento será transmitido ao vivo, a partir das 21h (de Brasília), pelo canal Fox Sports. E você também poderá acompanhar todas as lutas pelo Placar UOL Esporte.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
EFE
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo