MMA

Jon Jones promete acabar com Cormier e ser o melhor de todos os tempos

Do UOL, em São Paulo (SP)

24/07/2017 18h51

Ao contrário do que muitos esperavam, Jon Jones e Daniel Cormier fizeram uma entrevista coletiva sem muitas confusões nesta segunda-feira (24), por meio de uma conferência telefônica com a imprensa do mundo inteiro. Os dois farão a luta principal do UFC 214, sábado (29), em Anaheim, Los Angeles (EUA), válida pelo cinturão dos meio-pesados (até 93 kg) da organização. "Bones" evitou entrar em discussões, prometeu acabar com DC antes dos cinco rounds previstos e ainda falou em ser considerado o melhor lutador de artes marciais mistas de todos os tempos.

"Estou empolgado para me tornar o maior de todos os tempos e não apenas vencer esse cara, mas acabar com ele desta vez", disse Jones, antes de ouvir uma réplica de Cormier. "Você não acaba com ninguém. Há quanto tempo não acaba com uma luta? E, depois de todos esses anos, quer falar que vai acabar comigo? Esse cara não tem ideia onde está entrando".

De fato, faz tempo que Jon Jones não vence uma luta sem ser por decisão. Foi assim nas últimas quatro, quando bateu Ovince St. Preux, o próprio Cormier, Glover Teixeira e Alexander Gustafsson, todos de maneira unânime. O último lutador que Bones venceu sem precisar da opinião dos juízes foi Chael Sonnen, finalizado no primeiro round há quatro anos - abril de 2013.

Quando perguntado que Jon Jones espera dentro do octógono, Cormier foi sarcástico. "Acho que ele estará em sua melhora forma. Todo mundo fala da luta contra St. Preux, que foi uma luta ruim. Não acho que foi uma luta ruim, ele deu o seu melhor, lutou seu máximo. Aquilo é o máximo que ele pode fazer", avaliou. Na época, Jones foi criticado por ter feito luta morna, sem muita empolgação. Por isso a provocação de DC.

Assim como vem dizendo durante toda a promoção do evento, Jones tentou tirar ao máximo o foco de Cormier, da revanche, e focou totalmente em si - na sua recuperação e legado para a eternidade do MMA.

"Honestamente, essa luta não tem nada a ver com Cormier. Poderia ser contra qualquer um... É apenas sobre meu legado e sempre foi apenas sobre isso. Já passei por caras assim várias vezes. Para mim, é apenas para alcançar algo maior. Isso vai acabar no sábado e fará parte do meu legado. E eles vão lembrar dele como alguém que foi um grande desafiante para Jon Jones, apenas isso", acrescentou.

PERDÃO E ESQUECIMENTO

Como não poderia ser diferente, Jon Jones falou sobre o fatídico acidente de carro em 2015, responsável por afastá-lo do octógono e ter seu cinturão retirado pelo UFC. "Estou orgulhoso pela maneira como conseguir arrumar minha vida. A última vez que fiz alguma coisa errada aconteceu há dois anos. Acho que as pessoas não percebem isso. Essa luta dará aos fãs a chance de perdoar e esquecer o acidente de carro e ficarem empolgados com meu futuro", disse.

Em 2015, depois de se envolver um acidente de carro, Jones abandonou o local a pé e foi reconhecido por um policial apaisana. Em seu veículo, foram encontrados um cachimbo de maconha e resquícios da erva.

Por ter se negado a prestar socorro a vítima – uma mulher grávida de 25 anos que quebrou o braço -, o lutador teve o pedido de prisão emitido. No mesmo dia, o norte-americano se entregou à polícia e foi liberado após pagamento de fiança.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo