MMA

Jones nocauteia Cormier e recupera cinturão dos meio-pesados do UFC

Do UOL, em São Paulo

30/07/2017 01h59

Jon Jones é, mais uma vez, dono do cinturão dos meio-pesados do UFC. Nesse sábado (30), o lutador venceu Daniel Cormier por nocaute no terceiro round de combate pelo UFC 214, disputado em Anaheim (EUA), para garantir o título da categoria. O resultado levou seu rival às lágrimas.

O início da luta foi "pegado". Cormier chegou a fazer o protetor bocal de Jones voar com um soco de direita. O rival respondeu e também conseguiu encaixar bons golpes, especialmente um joelho de direita. O segundo round manteve o combate equilibrado, com os adversários alternando bons momentos.

No terceiro, no entanto, o equilíbrio acabou após Jones acertar belo chute de esquerda. Cormier sentiu, começou a perder os sentidos e sofreu uma série de golpes, levando o árbitro a decretar o nocaute técnico e o consequente fim do combate. 

"Apenas quero agradecer meus técnicos, tenho os melhores treinadores. A gente sabe que ele gosta de jogar a cabeça um pouco para a esquerda para entrar, e eu estava treinando muito meus chutes altos. Consegui encaixar um e funcionou", relatou Jones, após a luta.

Jones havia conquistado o cinturão da categoria pela primeira vez em 2011. O lutador defendeu seu título oito vezes antes de ter seu título removido pelo UFC por se envolver em acidente de trânsito e fugir sem prestar socorro para os envolvidos. 

"É inacreditável. Uma sensação, incrível, rara. Obrigado a todos, todos vocês pelo apoio. Sei que não foi fácil torcer para mim, sei que tenho os fãs mais leais do mundo. Até quem me odiou, vocês me motivaram a provar que estavam todos errados", afirmou.

Após a luta, Cormier chorou compulsivamente e foi elogiado por Jones.

A luta deste sábado foi mais um capítulo da rivalidade entre Cormier e Jones. Os problemas entre os dois lutadores começaram em 2010, em desentendimento nos bastidores do UFC 121.

Os rivais protagonizaram confusão em evento promocional para o UFC 178. Após os rostos dos dois se tocarem em encarada, Cormier empurrou Jones, que respondeu como soco. Os dois deveriam se enfrentar no card, mas Jones teve de desistir por conta de uma lesão.

Depois, no UFC 182, os dois finalmente se enfrentaram pela primeira vez. Jones venceu por decisão unânime dos árbitros após cinco rounds. Na revanche, o lutador voltou a levar a melhor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Redação
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo