MMA

Lyoto levou 7 meses para aceitar doping e diz que volta buscando o cinturão

Alex Trautwig/Getty Images
Imagem: Alex Trautwig/Getty Images

Brunno Carvalho, Leandro Miranda e Vanderson Pimentel

Do UOL, em São Paulo

15/09/2017 04h00

Passados mais de dois anos desde seu último combate, Lyoto Machida está pronto para voltar ao octógono. Aos 39 anos, o baiano radicado no Pará retorna ao UFC depois de cumprir uma punição de 18 meses por doping. E a partir do duelo contra Derek Brunson, o brasileiro inicia sua trajetória pensando em conquistar o cinturão dos médios.

“Não estou voltando a lutar por dinheiro, ou questão de vaidade, para querer aparecer. Não preciso disso. Quero voltar porque eu quero ser campeão. Quero o cinturão, ser campeão. É uma coisa que está em minha mente”, explicou Lyoto, em conversa com o UOL Esporte.

Em abril de 2016, o brasileiro foi flagrado com a substância proibida DHEA, um hormônio esteroide encontrado no suplemento 7-Keto. Machida acabou acusado de negligência pela USADA (agência norte-americana antidopagem) e suspenso por 18 meses.

O ocorrido demorou a ser aceito por Machida. O brasileiro afirma ter levado cerca de sete meses para digerir o ocorrido e começar a pensar no futuro. Apesar disso, a aposentadoria não passou pela cabeça do lutador.

“Não, de forma alguma (se aposentar). Fiquei muito triste com a situação, desapontado com tudo. Foram sete meses para digerir, estava muito relutante com tudo isso. Mas a partir do momento em que comecei a entrar que a realidade era aquela, as coisas começaram a caminhar melhor”.

De olho no futuro e com a punição ficando para trás, Machida diz assumir toda a responsabilidade pelo ocorrido. “Não posso reclamar do UFC, assumo a responsabilidade, eu errei, cometi o erro. Tive que assumir tudo isso, a responsabilidade para dar um novo passo na minha vida”.

O combate entre Lyoto Machida e Derek Brunson encabeçará o UFC São Paulo, que ocorrerá no dia 28 de outubro, no ginásio do Ibirapuera.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Redação
Topo