Topo

MMA

Sul-coreano é condenado à prisão por aceitar suborno para lutar no UFC

Reprodução
Tae Hyun Bang Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

24/11/2017 12h59

O lutador sul-coreano Tae Hyun Bang, de 34 anos, foi condenado a 10 meses de prisão por ter aceitado suborno para uma luta contra Leo Kuntz, em novembro de 2015, na Coreia do Sul, pelo UFC 79. A informação é do site "MMA Junkie"

Investigações apontaram que Bang, da categoria peso leve, recebeu US$ 92 mil de três apostadores para perder de Kuntz.

O plano começou a chamar a atenção do UFC quando redes de apostas, que antes apontavam vitória de Bang, mudaram rapidamente para o adversário.

Depois de aceitar o suborno, Bang mudou de ideia. Na luta contra Kuntz, Bang venceu o confronto.

Mas Bang disse à Justiça que recebeu ameaças de morte depois de ter vencido a luta.

“O crime prejudica a credibilidade do esporte e também tem efeito negativo na credibilidade do país”, informou o tribunal sul-coreano.

Em 2016, Bang lutou de novo e perdeu. Sem qualquer anúncio de despedida, o lutador parou de competir, sendo expulso do UFC em agosto de 2017.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!