MMA

"Luto com mais vontade pelo futuro dela", diz Charles Do Bronx sobre filha

Reprodução/Instagram
Charles Do Bronx com a filha Tayla e a mulher Talita Imagem: Reprodução/Instagram

Karla Torralba

Do UOL, em São Paulo

01/12/2017 04h00

Charles do Bronx vai ter muito mais em jogo na luta deste sábado (02), contra Paul Felder, no UFC 218, nos Estados Unidos. Não é apenas seu futuro como lutador do UFC que teria um caminho melhor em caso de vitória. Agora, ele também pensa no futuro da filha, a pequena Tayla, de sete meses.

“Mudou tudo. Ver minha filha na frente. A gente faz tudo com mais vontade. O que já queria, quer bem mais, porque sabe que assim poderei dar um futuro melhor para ela. Quem me acompanha nas redes sociais sabe que posto treinos e minha filha. É 100% ela”, comentou Charles do Bronx ao UOL.

A última vez que Charles entrou no octógono, no começo de abril, a mulher Talita ainda estava grávida. Será a primeira luta com a bebê, que acompanhará tudo com a mãe de longe, do Guarujá. Sua preparação para enfrentar Felder está mais intensa ainda.

Reprodução/Instagram
Charles Do Bronx e a filha Tayla Imagem: Reprodução/Instagram
“Eu quero fazer meu melhor pra dar um futuro melhor a ela. Lá ela está com a família, a nossa família que querem o melhor (no Guarujá). Eu estarei aqui de cabeça livre e focado na luta”, ressaltou.

A filha Tayla ainda é novinha, mas parece gostar do esporte, como os país. A mulher de Do Bronx treina jiu-jitsu e o casal leva a menina aos treinos. Tayla já tem até roupinha especial.

Charles ressaltou que não quer forçar a filha a seguir a mesma profissão, mas vê a bebê empolgada. “A gente não tem que forçar ninguém a nada, mas eu acho que pelo fato dos pais viverem no mundo das lutas, isso com certeza isso influencia. Tem umas fotos dela de quimono, ela está sempre na academia. Tem vídeo e foto dela no meio do treino e ela quer pegar, brincar, eu acho que ela gosta. Quem sabe no futuro ela não possa ser uma lutadora de MMA ou de jiu-jitsu”.

Já nos Estados Unidos focado na luta, o brasileiro não pensa em uma mudança de país para treinamentos. “Pra sair do Brasil é porque a gente não está contente com o que tem de treinamento e eu estou bem, tem grandes estrelas treinando comigo. Eu acho que tenho um elenco muito bom”, disse.

Mas não descarta repensar no futuro, também pela filha. “Me tratam muito bem aqui. Quem sabe mais pra frente por causa da minha filha. Agora está tudo bem”.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo